FotoRio 2016 apresenta exposições de fotógrafos consagrados e jovens talentos

O FotoRio – Encontro Internacional de Fotografia do Rio de Janeiro, chega, neste ano, a sua nona edição com uma agenda de mostras que trazem grandes nomes da fotografia brasileira – e mundial –, além de trabalhos de jovens talentos. Com um calendário que se inicia em junho, em diferentes espaços culturais da cidade, o FotoRio tem entre suas metas difundir e valorizar a fotografia.

Com patrocínio da Secretaria Municipal de Cultural e da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, o FotoRio 2016 tem em sua agenda série de debates, o X Encontro de Inclusão Visual e Leitura de Portfólio.

“Essa edição do FotoRio traz uma mistura muito interessante em sua agenda, com a realização de mostras com obras de grandes profissionais já consagrados no país e internacionalmente como também a apresentação de promessas, trabalhos de fotógrafos ainda experimentando a profissão mas já revelando traços marcantes. Temos ainda este ano alguns trabalhos onde a fotografia sai de seu papel convencional para se transformar em colagens e montagens, mostrando suas múltiplas facetas e leituras”, diz Milton Guran, Coordenador Geral do FotoRio.

Programação FotoRio 2016

 

Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica

Endereço: Rua Luís de Camões, 68

Tel.: (21) 2232-4213

- Carlos Vergara – Um Percurso em imagens

Abertura: 04 de junho, às 14h

Datas: 06 de junho a 23 de julho

Horário: 2ª, 4ª e 6ª feira, das 12h às 20h; 3ª, 5ª e sábados das 10h às 18h

Exposição individual de fotografias e vídeos realizados por Carlos Vergara, mostrando a produção do artista no domínio da imagem técnica. Vergara foi precursor na exploração das potencialidades criativas da fotografia, iniciando essa atividade em 1972, com sua célebre documentação do bloco carnavalesco carioca Cacique de Ramos.

O artista utiliza sistematicamente em sua obra a fotografia como meio de expressão, antecipando assim em muitos anos a atual voga de seu uso pelos artistas plásticos.

A curadoria é de Pedro Vasquez.

- Delírios Coletivos –  Coletivo Gráfico, MIÚDA, Norte Comum e Pandilla

Abertura: 04 de junho, às 14h

Datas: 06 de junho a 23 de julho

Horário: 2ª, 4ª e 6ª feira, das 12h às 20h; 3ª, 5ª e sábados das 10h às 18h

A comemoração pelos 20 anos do Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica, o FotoRio 2016 traz a exposição Delírios Coletivos, que reúne trabalhos dos grupos Coletivo Gráfico, MIÚDA, Norte Comum e Pandilla. As obras têm como tema as ruas do centro da cidade do Rio e parte do método do Hélio Oiticica conhecido como “delírio ambulatório”, que consiste em circular pelas ruas com o olhar atento, recolhendo da paisagem ao redor objetos, resíduos e principalmente imagens - fotografias e vídeos.

Os quatro coletivos convidados utilizam a fotografia de diversas formas, integrando-a com outras propostas artísticas, como o audiovisual, a performance e a intervenção urbana, e, muitas vezes, políticas.

Curadoria: Julieta Roitman

- Ateliê Gráfico -  Intervenções sobre o trabalho do Coletivo Gráfico na exposição Delírios Coletivos, com a participação dos integrantes do grupo e aberto à visitação do público.

Dia 04 de junho

- Seminário: Coletivos artísticos: novos caminhos na fotografia

Data: 22 de junho das 14h às 18h

14h – Palestra Criação coletiva e colaborativa em artes plásticas: a Fotografia em questão, do Dadaísmo ao Fotojornalismo, com Pedro Vásquez

14h30 – Palestra O que é meu, o que é seu, o que é nosso: práticas coletivas e as encruzilhadas da arte contemporânea, com Luiz Sérgio de Oliveira

15h30 – Debate com: Coletivo Gráfico, Miúda, Norte Comum e Pandilla

 

Mediação: Julieta Roitman

- X Encontro sobre Inclusão Visual

Data: 25 de junho – de 11h às 17h

O Encontro sobre Inclusão Visual do Rio de Janeiro, que realiza este ano sua décima edição, é pioneiro no gênero e tem como objetivo proporcionar troca de experiências entre diversos projetos que utilizam a fotografia como instrumento de inclusão social em comunidades populares.

O encontro reúne coordenadores, alunos e monitores de projetos de todo o Brasil para apresentarem seus trabalhos, suas formas de organização e suas experiências particulares.

  • ·         11h às 12h – Palestra inaugural com Gato Mídia
  • ·         12h às 13h – Projeção de trabalhos de fora do Rio de Janeiro recebidos pela convocatória
  • ·         13h às 14h – Intervalo para almoço
  • ·         14h às 17h – Apresentação dos grupos inscritos e projeções dos trabalhos do Rio de Janeiro recebidos pela convocatória

- Leitura de Portfólio FotoRio 2016

Data: 23 de junho das 11h às 17h e 24 de junho das 14h às 17h

Leituras de portfólios, pensadas e organizadas como um encontro entre fotógrafos, criando a possibilidade de troca e diálogo, com dez leitores de destaque no cenário nacional, entre curadores, galeristas, artistas e pesquisadores.

Espaço Cultural Sérgio Porto

Endereço: Rua Humaitá, 163 – Humaitá

Tel.: (21) 2535-3846

- Travessia – Marcelo Macedo

 

Abertura: 17 de junho às 18h

Datas: 18 de junho a 17 de julho

Horários: de 4ª a domingo, das 14h às 22h

Exposição individual de Marcelo Macedo que tem como ponto de partida a Feira de Antiguidades da Praça XV, onde o autor garimpou álbuns fotográficos familiares que serviram de base para suas intervenções gráficas. Pequenos objetos fotográficos que “incorporam” a memória de pessoas, lugares e situações anônimas e ao mesmo tempo tão familiares.

A exposição materializa uma travessia através de diferentes temporalidades combinando fotografias, texturas, volumes e movimento, do plano ao tridimensional.

Curadoria: Julieta Roitman

- Intervenção Urbana

Data: de 17 de junho a 17 de julho

Muro do Centro Cultural Municipal Sérgio Porto

Muro criado pelo artista Marcelo Macedo no período de sua exposição Travessia.

FACHA (Faculdades Integradas Hélio Alonso)

Rua Muniz Barreto, 51 – Botafogo

Tel: 21.2102-3111

- Batalhão de Ouro – Marcio RM

Abertura: 16 de maio às 9h

Datas: 16 de maio a 3 de junho

Horários: 2ª a 6ª das 8h às 22h

A exposição apresenta 24 fotos coloridas do Boi de Maracanã (São Luís/MA), um dos mais tradicionais e populares Bumba Boi de todo o estado. Com mais de 100 anos de existência, e atraindo multidões a cada apresentação, o Boi de Maracanã é conhecido como Batalhão de Ouro .

Centro Cultural Municipal Laurinda Santos Lobo

Rua Monte Alegre, 306 – Santa Teresa

Tel: 21. 2215-0618

- Cúmplices na arte – Jorge Ferreira

 

Abertura: 28 de maio às 19h

Datas: 29 de maio a 19 de junho

Horários: 3ª a domingo das 10h às 19h

Exposição individual do fotógrafo Jorge Ferreira com retratos de grandes nomes da música brasileira, comoToninho Horta, Leila Maria, Ed Motta, Lia de Itamaracá, Zezé Motta, Cristina Braga, Daúde, André Midani e Luis Capucho. Curadoria de Ruth Castro.

Ateliê da Imagem Espaço Cultural

Endereço: Avenida Pasteur 453 – Urca

Tel.: (21) 2244-5660

 

- Sertão Cerrado – José Diniz

Abertura: 24 de junho das 12h às 19h

Datas: 02 de julho a 10 de setembro

Horário: 2a a 6a feira das 10h às 21h; sábados das 10h às 17h

A exposição é fruto das inúmeras andanças de José Diniz na região do cerrado brasileiro. Nesse projeto, o artista explora a região que cobre 25% do território nacional, exaltando os quatro elementos naturais: Água, Fogo, Terra e Ar. Cada um dos quatro elementos resultou em um fotolivro específico, com títulos como Fogo CerradoVertentesDelicadeza BrutaTerra Roxa. A exposição será então dividida nestas quatro seções e uma quinta chamada Travessia, onde Diniz tenta atravessar a mata cerrada, inspirado no personagem Riobaldo, do livro Grande Sertão Veredas, de João Guimarães Rosa.

Curadoria: Claudia Tavares

Seminários

  • ·         Dia 3 de junho às 19h

Sexta Livre – Fotografia documental: 10 anos de histórias com Érico Hiller. Projeção de trabalhos e bate-papo + Lançamento do livro “A Jornada do Rinoceronte”

  • ·         Dia 23 de junho às 19h

Sexta Livre – Visita guiada SAL

  • ·         Dia 08 de julho às 19h

Sexta Livre – Eder Chiodetto

  • ·         Dia 22 de julho às 19h

Sexta Livre – Luiz Baltar

 

Workshops

  • ·         Dia 4 de junho das 9h30 às 17h

Workshop com Érico Hiller

  • ·         Dias 4 e 5 de junho

Workshop FUNTOGRAPHY, com Calé

  • ·         Dia 8 de junho

Workshop Fotografia e Mercado de Arte, com Marcia Mello

  • ·         Dia 24 de junho

Experiência Imersiva Fotograma e Cianótipo, com Ricardo Hantzschel

  • ·         Dia 2 de julho das 12h às 19h

2ª Feira Urca de Fotolivros (co-produção com Livraria Madalena)

  • ·         Dia 9 de julho

Experiência Imersiva  Anatomia de um Ensaio Fotográfico, com Eder Chiodetto

Ateliê Oriente

Rua do Russel, 300, 401 – Glória

- Todo mundo é de todo mundo – Ana Carolina Fernandes, Ana Dalloz, Anna Kahn, Fábio Seixo, Kitty Paranaguá, Marco Antônio Portela, Paulo Marcos, Thiago Barros e Walter Carvalho

Abertura: 2 de julho das 16h às 20h

Datas: 4 de julho a 2 de agosto

Horários:  2ª à 6ª feira das 14h às 20h; sábados das 10h às 12h

A exposição marca a abertura da Galeria Oriente, apresentando um trabalho conjunto dos nove artistas, no qual cada um assume o papel do outro por trás das lentes. Mais do que uma brincadeira, é uma homenagem entre si inspirada no trabalho “Ninguém é de ninguém” do fotógrafo Rogério Reis.

- Tudo é passageiro – Luiz Baltar

Abertura: 09 de agosto das 16h às 20h

Datas: 11 de agosto a 9 de setembro

Luiz Baltar foi ganhador de melhor portfólio da Leitura de Portfólios do FotoRio 2015, sendo premiado com esta exposição individual com curadoria de Milton Guran.

Workshops

De 15 a 30 de junho

  • ·         Produção de exposições de Arte ‐ Ana Bonan
  • ·         Sobre projetos em residências artísticas – Luiza Baldan
  • ·         Nu editorial – Raquel Pelicano
  • ·         Imagem em movimento – Marcos Bonisson
  • ·         O centro está em todo lugar – Luiz Baltar e Ratão Diniz
  • ·         Instalações fotográficas – Vicente de Mello
  • ·         Sobre fotografia e desenho ‐ Cadu
  • ·         O afeto expandido – conceitos na fotografia – Alexandre Sequeira
  • ·         Fotografia e Mídias Sociais – C.H. Brasil
  • O Bem Querer e a Fotografia Socioeducativa – João Roberto Ripper e Thiago Ripper

Programa Residência Artística

18 de junho a 2 de julho

O programa de Residências do Ateliê Oriente tem a proposta de criar espaços para imersão, criação, experimentação e pesquisa. A residência terá duração de 15 dias e culminará com uma exposição coletiva dos artistas residentes.

Centro Cultural da Justiça Federal

Av. Rio Branco, 241 – Centro

Tel: (21) 3261-2550

- Os Jardins Suspensos - Michele Petruccelli Pucarelli

Abertura: 15 de junho às 18h

Datas: 16 junho a 31 de julho

Horário: 3ª a domingo das 12h às 19h

Em um tempo contemporâneo onde a diluição das fronteiras não se limita apenas a questão dos mapas geográficos, mas também aos mapas da memória, a exposição convida o espectador a entrar numa instalação fotográfica que mistura os sentidos da ilusão e da realidade. Nela, as paisagens surgem suspensas em meio a um clima “noir”, onde certos traços oníricos revelam o que pode ter sido uma memória baseada em fatos ou uma pura invenção – o que reforça um efeito de dejà-vu em meio aos vestígios de uma obra aberta à interação do público.

- Atletas de Corpo e Alma – Gustavo Malheiros

Abertura: 05 de julho

Datas: 06 de julho a 28 de agosto

Horário: 3ª a domingo das 12h às 19h

Retratos de atletas e flagrantes em ação. Curadoria de Milton Guran

Galeria Pretos Novos de Arte Contemporânea

Rua Pedro Ernesto, 32/34 – Gamboa

Tel.: 21.2516-7089

- Mãe Preta – Isabel Löfgren e Patrícia Gouvêa

Abertura: 23 de julho às 15h

Datas: 25 de julho a 25 de setembro

Horários: 3ª a 6º das 13h às 19h; sábados das 10h às 13h

“Mãe Preta” é uma pesquisa das artistas Isabel Löfgren e Patricia Gouvêa que busca traçar os elos e ressonâncias entre a condição social da maternidade durante a escravidão e as vozes de mulheres e mães negras na contemporaneidade. Tendo como como ponto de partida a iconografia histórica das amas-de-leite – as “mães pretas” – feitas durante o século XIX e início do século XX no Brasil, a exposição reúne obras em fotografia, vídeo e instalações criadas especialmente para a Galeria Pretos Novos do Instituto de Pesquisa e Memória dos Pretos Novos.

Curadoria: Marco Antonio Teobaldo

Maison de France

Av. Presidente Antônio Carlos, 58/ 11º andar, Centro

Tel: 21.3974-6669

- Saison du Brésil – a Maison Européenne de la Photographie de Paris no Rio

Datas: 17 de junho a 29 de julho

Horários: Segundas, quintas e sextas das 11h às 18h; Terça: fechado; Quartas das 11h às 19h; Sábados quinzenalmente das 9h às 13h

Em paralelo à exposição “Saison du Brésil” realizada na MEP em Paris, apresenta trabalhos de fotógrafos como Celso Brandão e Joaquim Paiva.

Dia 23 de junho às 19h30

Palestra com Rosângela Rennó: Río-Montevideo e outros conteúdos.

Evento realizado pelo Estúdio Madalena Rio

MAR – Museu de Arte do Rio

Praça Mauá, 5 – Centro

Tel: (21) 3031-2741

- Linguagens do corpo carioca [a vertigem do Rio]

Abertura 7 de junho

Datas: 07 de junho a 31 de agosto

Horário: 3ª a domingo das 10h às 18h (acesso até 17h)

Ingressos: R$ 10,00/ R$ 5,00 (meia entrada)

A exposição apresenta visões plurais da construção da imagem dos corpos cariocas. Dimensões sociais e políticas desses corpos, do século XVI à atualidade, entram em jogo. Misturas de comportamentos e culturas criaram padrões tidos como tipicamente “cariocas”, além de gírias gestuais dos diferentes contextos sociais da cidade. Curadoria de Milton Guran e Paulo Herkenhoff

Solar Grandjean de Montigny – Museu Universitário PUC-RIO

Rua Marquês de São Vicente, 225 - Gávea

- Viventes - Marian Starosta

Abertura: 09 de julho às 16h

Datas: 09 de julho a 11 de agosto

Horário:  2ª a 6ª das 10h às 17h

Uma instalação construída a partir de histórias orais, de retratos dos sobreviventes e do contexto em que vivem hoje, além de fotografias de objetos e documentos registrados a partir de visitas da fotógrafa a casa de 29 pessoas que chegaram ao Brasil após terem escapado do Holocausto.

O projeto foi iniciado em 2013 com o objetivo de fazer um inventário desses sobreviventes que vivem hoje no Brasil. Com idades entre 70 e 110 anos, são os últimos testemunhos vivos do terror que se viveu na Segunda Guerra Mundial contra os judeus.

Curadoria: Eder Chiodetto

EVENTOS

Blooks Livraria

Praia de Botafogo, 316 – Lojas D e E – Botafogo l Tel.: (21) 2559-8776

Dia 24 de maio das 19h às 21h

Mesa redonda Livro de fotografia: passado, presente e futuro.

Com Claudia Tavares e Pedro Vasquez.

Mediação: Milton Guran

Livraria Madalena Rio

 

Rua Aurea, 107. Santa Teresa

26 de junho às 16h

Lançamento do livro Rio-Montevideo num bate-papo com Rosângela Rennó.

21 de junho às 18h30

Bate- papo com os editores de fotolivros da peruana KWY – Musuk Nolte e Fernando Fujimoto.

Dias 1, 3 e 4 de julho

Workshop com Rony Maltz e Walter Costa.

 

Comentar

Seu email nunca será publicado ou distribuído.

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>