A Casa Daros abriu este sábado a exposição “Cuba – Ficción y Fantasía”, sob curadoria de Hans-Michael Herzog e Katrin Steffen, que reuniram cerca de 130 obras pertencentes à Coleção Daros Latinamerica, sediada em Zurique, Suíça, de 15 destacados artistas cubanos: Ana Mendieta, Belkis Ayón, Ivan Capote, Javier Castro, José Bedia, Juan Carlos Alom, Lázaro Saavedra, Los Carpinteros, Manuel Piña, Marta María Pérez Bravo, René Francisco, Santiago Rodríguez Olazábal, Tania Bruguera, Tonel e Yoan Capote.
O evento teve a presença de artistas, curadores e colecionadores, além de uma delegação de estrangeiros na cidade para participar da ArtRio. Esta é a última exposição da instituição, que fica em cartaz, junto com várias outras atividades, até 13 de dezembro próximo. Após esta data, a Coleção Daros Latinamerica encerra a Casa Daros e se concentra no empréstimo de suas obras para museus em todo o mundo.
As obras da exposição “Cuba – Ficción y fantasía” foram produzidas entre 1975 e 2008, cobrindo, portanto, um período de mais de 30 anos. A maioria dos artistas presentes na exposição vive e trabalha em Havana.

Crédito: Paulo Jabur