A Fundação Eva Klabin inaugurou ontem, dia 13, a 16ª edição do Projeto Respiração, com a exposição “Cinema Shadow/Segundo”, da artista Laura Lima, mineira radicada no Rio, autora de uma produção singular no panorama contemporâneo. Com curadoria de Marcio Doctors, o Projeto Respiração traz, desde 2004, importantes nomes da arte contemporânea para intervirem na Fundação Eva Klabin, uma casa-museu na Lagoa. Em cada um dos 33 dias de exposição, Laura Lima filmará, em espaços diversos da casa, três horas de uma ação definida previamente como um roteiro/partitura, mas com autonomia para que o acaso e a circunstância de cada momento indiquem novas direções. O público não verá esta filmagem in loco, e sim a partir de uma transmissão ao vivo para uma tela no auditório da Fundação Eva Klabin e para as salas de cinema da Caixa Cultural, na Avenida Almirante Barroso. O sistema de transmissão usado é de última geração, o mesmo que a Tate Modern utiliza em suas transmissões ao vivo para performances e outras ações. Confira nas fotos de Marco Rodrigues.