Ocorreu no último dia 31, quinta-feira, a inauguração da instalação Jardins Submersos: um espaço líquido, da artista plástica Fernanda Junqueira, no Palácio Gustavo Capanema. O público ficou impressionado e literalmente “mergulhou” na proposta da artista que ocupou o Mezanino com um conjunto de 231 piscinas feitas com chapas de plástico reciclável chamadas PetG. Dentro, água e pigmentos azuis, em vários tons, que criam uma superfície fina, quase uma lâmina, de continentes líquidos, ora transparentes, ora espelhados. O projeto reconstrói, na galeria, os canteiros de formas ameboides criados por Burle Marx para o palácio, considerado um marco do modernismo brasileiro.

Veja nas fotos de Paulo Jabur.