A Casa França-Brasil, vinculada à Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro, inaugurou no sábado, dia 15 de setembro, a exposição “O Grande Azul” da artista Suzana Queiroga, sob a curadoria de Fernando Cocchiarale. Trata-se uma obra única, um inflável penetrável com um volume de aproximadamente 68 metros cúbicos, que equivale a uma área de 30 metros quadrados. O trabalho relaciona a cidade do Rio de Janeiro com o Porto e o mar e também com a própria história da Casa França Brasil: a primeira alfândega e ponto de entrada na cidade após longas travessias marítimas. Confira o evento nas fotos de Paulo Jabur.