O Espaço Movimento Contemporâneo Brasileiro/ EMCB junto a curadoria  do Escritório de Arte de Ana Beatriz Britto e Isabela Burlamaqui inauguraram, nesse sábado, dia 17 de julho, o  Movimento “Através” que reúne pinturas de  Bob N, Maria Lynch, Daniel Feingold, Ricardo Becker e Ronaldo Rego Macedo.

O encontro inédito desses cinco artistas com produções completamente diversas e de gerações diferentes ressalta o ponto comum da importância da pintura. A curadoria do movimento está em sintonia com olhar de Cristina Burlamaqui do EMCB, que acompanha a trajetória desses artistas.

ATRAVÉS promove artistas com o único objetivo de destacar a harmonia e as temporalidades poéticas que instigam o prazer do olhar. Apresenta obras significativas com o objetivo de pontuar a reflexão sobre as novas expressões da arte. O conceito comum que conecta a obra desses artistas é a pesquisa permanente.

O charmoso sobrado do Horto recebeu artistas, colecionadores e convidados que puderam conferir as obras.

 

MARIA LYNCH traz suas pinturas figurativas que lidam com uma poética fantástica, com vasto repertório de referências, que subverte o discurso da racionalidade. 

 

O repertório de DANIEL FEINGOLD, de vocação  abstrata, é composto por linhas e planos cromáticos que se articulam e desdobram na superfície do plano do quadro. Cores vibrantes se associam e  se desassociam libertando a pintura, e levando o olho a percorrer a tela em rebatimento de plano a plano.

 

BOB N apresenta obras que discutem a tradição da história da arte a partir do Renascimento – a tradição da paisagem. Neste momento, nada mais pertinente do que discutir as crises que colocam em xeque a crença exagerada nos pressupostos vigentes.

 

RONALDO DO REGO MACEDO explora a materialidade física da cor que constrói o campo visual. Trata-se da cor que reage à proximidade de outras variações de pigmentos: as areias, os brancos perolados, e os azuis.

RICARDO BECKER é um artista que se destaca pela multiplicidade de suas obras, que denotam o caráter experimental de sua trajetória ligada a escultura, instalação, fotografia, desenho e pintura. Em ATRAVÉS, o artista apresenta pinturas com forte impacto expressivo com o  titulo de Diários.

 

A mostra ATRAVÉS nos instiga a refletir sobre uma experiência inusitada capaz , quem sabe, de oxigenar a arte de nosso tempo.

Acima, Ana Beatriz Britto, Cristina Burlamaqui e Isabela-Gobel

Acima, Ricardo Becker e Geraldo Ahrends

Acima, Cris Pinheiro Guimaraes; Ana Gabriela Burlamaqui e Claudia Souza Santos

Acima, Ana Andreazza;  Julana Barros; Isabel Becker e Mariana Vidal

 

Acima, Maria O´Connor

 

Fotos: @arikaye

Escritório de Arte Ana Beatriz Britto e Isabela Burlamaqui – @artebase.art 

Espaço Movimento Contemporâneo Brasileiro – @espacomcb

Essa exibição marca a reabertura do EMCB em 2021. Periodo da exposição: de 17 de julho a 14 de agosto.