Com o título de “Novos Pretos Novos”, a nova exposição de Ama Durães está em cartaz até 18 de janeiro na Sergio Gonçalves Galeria.  Os trabalhos foram inspirados na obra de Johann Moritz Rugendas, um viajante alemão que registrou os negros vendidos como escravos no Rio de Janeiro do Século XIX. Como eles não tinham experiência no trabalho doméstico ou na lavoura, eles eram chamados na época de “pretos novos”. Assim surgiu o título da exposição, que faz uma releitura da obra de Rugendas e também faz retratos novos de amigos da artista, como o cantor Chico César.

As obras usam a técnica de estêncil sobre superfícies em camadas de tintas e que sofrem ações do tempo de preparo. Os retratos são feitos em diferentes paisagens que a artista criou tentando criar cenários de alegria – sentimento que, segundo Ana, ela gostaria de devolver aos retratados.

Serviço:

“Novos Pretos Novos”, de Ana Durães

Curador: Marco Antonio Teobaldo

Sérgio Gonçalves Galeria
Rua do Rosário 38 – Centro. Tel: 2263-7353
Até 18 de janeiro de 2014
Horário: de terça a sexta, das 11h às 19h e sábados das 11h às 18h