O site da Revista Arquitetura e Decoração publicou em nota:”No redesenho da planta, destaque para a caixa envidraçada que delimita a suíte-escritório. De resto, é tudo aberto. Projeto de Dely Bentes.
Morador deste imóvel compacto num valorizado trecho de Ipanema, o oftalmologista Cláudio Freitas tinha consciência de que, cedo ou tarde, enfrentaria uma obra para ampliar, iluminar e integrar os 52 m2. “Adoro a localização, mas achava o interior escuro e apertado. Ainda mais para o meu estilo de vida, já que gosto de receber visitas”, diz ele. A decisão definitiva de quebrar tudo veio no ano passado, quando, finalmente, cansou de conviver com a planta antiquada e pouco adaptada à sua rotina. A arquiteta Dely Bentes entrou em cena para dar um parecer sobre as possíveis mudanças. E foi categórica: como a principal fonte de luz vinha de dois janelões no lado oposto à entrada, um na sala e outro no quarto, o jeito era pôr todas as divisórias abaixo a fim de franquear a passagem da claridade e usar materiais leves e transparentes para definir os (poucos) ambientes. “Sem dúvida, essa era a melhor solução. Tomei coragem e me organizei em todos os sentidos, porque, além do investimento, precisei me mudar para outro lugar durante os cinco meses da obra”, lembra Cláudio.”
Fonte: Por Simone Raitzik
Leia mais em:
http://arquiteturaeconstrucao.uol.com.br/noticias/apartamentos/apartamento-pequeno-masculino-e-descolado.phtml