Centro Aquático de Londres, Parque Olímpico, de Zaha Hadid. Foto: Hufton + Crow

Nos dias 29 e 30 de março o Rio de Janeiro sediará um importante encontro dedicado ao debate da arquitetura: a segunda edição do Arq.Futuro, projeto realizado pela BEĨ. Dois dos mais conceituados arquitetos do mundo, a anglo-iraquiana Zaha Hadid e o japonês Shigeru Ban, se juntam a dois economistas que pensam o espaço urbano, Edward Glaeser, de Harvard,  e José Alexandre Scheinkman, de Princeton, e aos urbanistas brasileiros Augusto Ivan Pinheiro e Sérgio Magalhães para compartilhar suas experiências e opiniões.

O evento tem como curador o arquiteto e antropólogo Lauro Cavalcanti e como debatedores o crítico de arquitetura André Corrêa do Lago e a escritora e consultora de arquitetura Karen Stein. Durante dois dias, os convidados analisarão a arquitetura contemporânea em suas abordagens artística, social e ambiental. Os critérios estéticos que movem cada arquiteto, a educação dos cidadãos sobre o assunto e as possíveis soluções urbanísticas para as metrópoles de hoje são alguns dos temas a serem debatidos nos encontros.

 

Centre Pompidou-Metz - France, 2010, de Shigeru Ban. Foto:imagens do site oficial do Shigeru Ban

Concebido como espaço para reflexão sobre a amplitude de atuação da arquitetura e do urbanismo, o Arq.Futuro prevê fóruns de discussão, palestras, aulas magnas e workshops a serem realizados no MAM-RJ, dia 29, e no Espaço Tom Jobim, dia 30. Todo o conteúdo gerado será registrado e disponibilizado posteriormente em diversos formatos, que incluem material audiovisual com imagens e vídeos exclusivos e um livro  digital para tablets.

A primeira edição carioca do Arq.Futuro, que no semestre passado aconteceu em São Paulo, se insere em um momento decisivo para o Rio de Janeiro, com a reestruturação de diversos pontos da cidade, como a Zona Portuária, a reurbanização das favelas cariocas e a realização da Copa do Mundo e dos Jogos Olímpicos.

Chanel Mobile Art, de Zaha Hadid. Foto: John Linden

“Discutir arquitetura é pensar a organização das cidades, as várias formas de viver, as diferentes concepções que norteiam a construção do ambiente humano, um debate cuja urgência se torna nítida quando se considera a proliferação, no Brasil, de construções erguidas em completo  desacordo com a geografia, a história e a natureza locais. O momento pelo qual o país passa, de grandes investimentos e crescimento econômico, se mostra ideal para essa discussão”, afirma Marisa Moreira Salles, sócia da BEĨ.

A BEĨ procura ampliar a discussão sobre o cenário brasileiro, trazendo pensadores e intelectuais de relevância internacional e ampliando, assim, a interlocução entre o que de melhor há aqui e o que é feito em outros países. “A discussão sobre a arquitetura está interligada à discussão sobre o que a sustenta economicamente. Pretendemos chamar a atenção dos grandes investidores – incorporadores, empresas e construtores de infraestrutura – brasileiros para as questões mais prementes do país”, completa Tomas Alvim, também sócio da BEĨ.

 

Paper Bridge - Remoulin, France, 2007, de Shigeru Ban. Foto: imagens do site oficial do Shigeru Ban

Palestrantes

ZAHA HADID

Arquiteta de origem iraquiana radicada em Londres, projetou e está construindo as piscinas para os jogos olímpicos de Londres. Foi a primeira mulher a receber o prêmio Pritzker, em 2004. Também recebeu o prêmio Riba Stirling 2010, pelo projeto MaXXI em Roma.  Entre seus  projetos mais conhecidos estão o Vitra Fire Station (Weil am Rhein, 1993), o Centro Rosenthal de Arte Contemporânea (Cincinnati, 1998), o estacionamento e terminal Hoenheim-North (Estrasburgo, 2001) e o Bergisel Ski Jump (Innsbruck, 2002).

SHIGERU BAN

O arquiteto japonês é conhecido por suas pesquisas com madeira, têxteis e papéis, combinando a tradição construtiva oriental com as necessidades contemporâneas. Trabalha com conceitos de transitoriedade e permanência, propondo soluções para situações emergenciais. Agraciado com alguns dos mais importantes prêmios internacionais, é professor da universidade de Kioto.

JOSÉ ALEXANDRE SCHEINKMAN

Economista carioca formado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro e PhD pela Universidade de Rochester, é professor da Universidade de Princeton desde 1999. Paralelamente, escreve artigos e dá palestras sobre os rumos da economia brasileira.

EDWARD GLAESER

Professor de economia na Universidade de Harvard, é diretor do Taubman Center e do Rappaport Institute.  Pesquisador das relações entre economia e desenvolvimento urbano, é autor de vários estudos sobre o assunto. Em seu livro Os centros urbanos: a maior invenção da humanidade, publicado em 2011, defende o papel das cidades como centros geradores de riqueza e de transmissão de ideias.

 

Debatedores

KAREN STEIN

Escritora e consultora de arquitetura,  é formada em arquitetura pela Universidade de Princeton. é membro da Architectural League e copresidente do círculo de arquitetura e design do Museu de Arte Moderna, ambos em Nova York, e jurada do prêmio Pritzker.

ANDRÉ CORRÊA DO LAGO

Diplomata, economista e crítico de arquitetura, é diretor do Departamento de Meio Ambiente e Temas Especiais do Ministério das Relações Exteriores e negociador-chefe do Brasil para mudança do clima e para a Rio+20.

LAURO CAVALCANTI

Arquiteto e doutor em antropologia social pelo PPGAS-UFRJ. É professor da Escola Superior de Desenho Industrial (Esdi/Uerj), diretor do Paço Imperial e autor de vários livros e artigos sobre arquitetura.

AUGUSTO IVAN PINHEIRO

Arquiteto e urbanista, integra atualmente a equipe responsável pelo planejamento de ações relacionadas às Olimpíadas no Rio de Janeiro. É professor de urbanismo da PUC-Rio.

SÉRGIO MAGALHÃES

Arquiteto e professor da FAU-UFRJ, é autor de vários livros. Ocupou cargos na administração pública no Rio de Janeiro, atuando em programas de política habitacional. É consultor de urbanismo do BID e presidente do Instituto de Arquitetos do Brasil-RJ.

 

SOBRE A BEĨ EDITORA

A BEĨ atua em diversas editorias, entre elas arte, arquitetura, fotografia e design. A originalidade no conteúdo e no design de suas publicações é capaz de gerar diversas ações, como eventos, exposições, debates e projetos culturais. Entre os títulos publicados pela editora estão volumes sobre Isay Weinfeld, Claudia Moreira Salles, Carlos Motta, Oscar Niemeyer, Ricardo Legorreta, Cristiano Mascaro, Andreas Heiniger e Paul Goldberger (participante da primeira edição do Arq.Futuro).

 

PROGRAMAÇÃO ARQ.FUTURO

29/03 – Quinta-feira

Local: MAM-RJ

12:00 às 14:00 – Fórum: Edward Glaeser e José Alexandre Scheinkman

 

30/03 – Sexta-feira

Local: Espaço Tom Jobim

9:00 às 10:30 – Palestra: Shigeru Ban

11:00 às 12:30 – Fórum: Shigeru Ban, Augusto Ivan Pinheiro, Sérgio Magalhães e Lauro Cavalcanti

18:00 às 20:00 – Palestra: Zaha Hadid