Nome em destaque na arquitetura e decoração cariocas, Ricardo Bruno conta mais sobre seu trabalho em entrevista ao Radar Decoração e mostra que valoriza as peças com história no décor.”Meu estilo é contemporâneo clean com mistura de elementos e objetos que façam parte da bagagem do cliente”, conta o arquiteto.
RD: Por que você escolheu a arquitetura?
R.B: Estudei desenho desde a infância e me identifiquei com a carreira.

RD: Como você define seu estilo e qual foi o caminho que você percorreu para desenvolvê-lo?
R.B: Meu estilo é contemporâneo clean com mistura de elementos e objetos que façam parte da bagagem do cliente.

RD: Entre tantas fontes e possibilidades que temos atualmente, de onde vem a sua inspiração? Como você faz suas escolhas?
R.B: Coleto dados com o cliente, analiso os seus anseios e observo as tendências.

RD: Como você se informa sobre o mercado de decoração?
R.B: Viajando, olhando as publicações e frequentando lançamentos e feiras.

RD: Quais você acredita serem as peculiaridades do mercado carioca? Qual o papel ou importância do Rio dentro do mercado brasileiro de arquitetura e decoração? O que falta nesse mercado?
R.B: O mercado carioca visa situações práticas, materiais de fácil manutenção, esportividade e baixo custo. O mercado carioca é um dos mais importantes no Brasil, só ficando atrás de São Paulo. Falta profissionalismo dos fornecedores e prestadores de serviços.

RD: Qual o estilo da sua casa? O que você gosta de ter nela?
R.B: É um espaço contemporâneo em que a prioridade é o conforto. Misturo todas as peças, objetos e obras de arte que me são queridas e que fazem parte da minha história.

RD: Conte um pouco sobre os projetos que está fazendo. Algum que curte em especial? Algo que sonha em fazer e ainda não fez?
R.B: Por princípio curto todos os projetos que estou executando. Se não curtisse, não faria. Gosto de um restaurante em Brasília com espetacular pé direito de 8 metros voltado para executivos que se transforma ao cair da tarde um point para Happy Hour. Estou fazendo também um charmoso e esportivo bar/lounge à beira da Lagoa Rodrigo de Freitas no complexo Laggon e um loft para um playboy descasado no Leblon, além da reforma na minha pousada em Bananal, São Paulo. Gostaria de decorar uma cadeia de hotéis.