A coluna Gente Boa, do Segundo Caderno, informou em nota que “o subúrbio, que com a exceção da Igreja da Penha, nunca aparece em cartão-postal, ganhou uma série só para si. Ele está na cartela  de 20 imagens da coleção ‘Olhos de ver’, que a prefeitura lança esta semana. ‘O subúrbio sempre foi visto sob o ponto de vista do patrimônio imaterial como samba e o jongo’, diz Washington Fajardo, do Instituto Patrimônio da Humanidade. ‘Mas lá também temos arquitetura de qualidade que conta a história da cidade’. Leia mais no jornal O Globo.

Fonte: O Globo/ Segundo Caderno/ Gente Boa/ 28/08/12