A Revista divulgou em matéria: “Um item imprescindível na vida de um casal, qualquer casal, é a cama. O segredo de alguns designers e arquitetos para dar um clima romântico e apimentado ao quarto da dupla é justamente não obedecer a regras. Para o bem da relação, eles defendem que fazer bagunça é saudável. — A cama de um casal de namorados tem que ser desarrumada — brinca o arquiteto Ivan Rezende. No que depender dos profissionais, é possível, sim, apelar para alguns truques para facilitar a vida de quem curte dormir de conchinha. A iluminação e a escolha da roupa de cama e do colchão são essenciais. O designer de móveis Fernando Jaeger conta que gasta mais dinheiro com fronhas e lençóis do que com peças para vestir. — Se tem uma coisa que eu não economizo é numa boa roupa de cama. É um luxo que vale a pena. Algodão egípcio é muito bom, perfeito para curtir a preguiça no fim de semana a dois — sugere o designer, que assina a cama do projeto ao lado. O móvel é feito com ripas de cumaru que sobraram de outras peças produzidas em sua fábrica. — A madeira traz aconchego para o casal. É calorosa e atemporal. Esta madeira pequenininha com a qual faço os encaixes da cabeceira às vezes era jogada fora ou queimada. Tenho a preocupação de reutilizar matéria-prima boa — diz Fernando”. Leia mais no jornal O Globo.

Fonte: O Globo/Revista O Globo/Reportagem: Carolina Ribeiro/05/06/16