A coluna Vitrine publicou em nota: “Às vesperas do Salão de móvel de milão, o carioca Zanini de Zanine não estava às voltas apenas das peças que aportariam na Itália. Ele se debruçava também sobre uma nova e belíssima criação, que ficaria guardada na manga e só daria o ar da graça após o evento. A cadeira Tiss, à venda na Arquivo Contemporâneo, carrega nos traços a identidade brasileira. ‘Os materiais e a linha reta dão ao móvel uma linguagem nacional’, diz ele”. leia mais na Kaza de maio.

Fonte: Kaza/ Vitrine/ Reportagem: Flora Monteiro