A Casa Cor Paraná está de portas abertas desde sábado, 18 de maio, em uma edição cheia de novidades com 53 ambientes – são 11 a mais que na edição anterior. A primeira surpresa, sem dúvida, é a interpretação do elenco de mais de 70 profissionais para o conceito Planeta Casa, que os desafiou a pensar em espaços transformadores, sustentáveis e que favoreçam as conexões humanas.

Há um olhar especial para as demandas das gerações mais jovens. Espaços pensados para YouTubers, influencers, millenialos e selfies são um sinal claro de que a mostra está antenada com os novos jeitos de morar e de se relacionar com o espaço. Ao mesmo tempo, um dos andares da mostra foi reservado ao Residencial – Família Sênior, com ambientes pensados para famílias.

Tendências: Nesta atmosfera de experimentação, você vai encontrar as mais diversas e interessantes inspirações. Expandindo os limites de território, os profissionais buscaram referências das Maldivas à Califórnia, passando por Singapura e até o espaço sideral, sem esquecer da singela casa na árvore. Igualmente livres são os estilos, em um passeio pelo clássico que se atualiza, o industrial, o minimalismo, o escandinavo.

Prepare-se, ainda, para captar as principais tendências, que apontam para os painéis em madeira ripada, tetos limpos com iluminação embutida, cores cheias de energia e a automatização garantindo o conforto.

Prédio renovado: Com 6 mil m², a escolha do local que abriga esta edição é destaque. A mostra foi distribuída em quatro andares de um edifício desativado, inaugurado na década de 1990. Localizado no coração da cidade, já abrigou um outlet e agora ganhou um retrofit, com projeto arquitetônico de Ricardo Amaral.

 

Biblioteca –  Luciana Hara (foto de capa):  A atmosfera cosmopolita de Nova York ganha uma versão no espaço de 33 m². E onde estão todos os livros? Vários são apresentados por meio da tecnologia e-paper, papel eletrônico que proporciona mais conforto ao leitor. Ao fundo, junto à parede em mármore Branco Paraná, a mesa desenhada pela arquiteta mescla raiz de árvore, inox escovado e vidro.

 

Casa Maldivas – Alessandra Gandolfi. A arquiteta buscou nas paisagens do arquipélago as referências de cores, formas e texturas para criar um espaço de conexão e de refúgio. Os tapetes desenhados pela arquiteta lembram as camadas de areia até chegar ao mar, citado nos tons de azul e verde do projeto. O movimento das ondas inspira o painel paramétrico amadeirado, composto de 24 ripas de diferentes tamanhos, criando um efeito ondulado.

 

Suíte Master do Residencial Família Sênior – André Bertolucci. Os tons de cinza claro, brancos e nudes, pontuados com tecidos dourados e painéis amadeirados de carvalho deixam o ambiente suave e acolhedor. Para manter o visual limpo, o forro ganhou recebeu perfis de LED para a iluminação.

 

Galeria de Arte – Luiz Maingué. A cor azul já chama a atenção, fugindo ao tradicional preto e branco dos espaços de exposição. Com 90 m², esta galeria foi valorizada com o piso em mármore e ganha o toque descolado dos ripados em vermelho – mesma cor da fiação exposta, com ares de instalação. Tudo para receber as obras de arte com curadoria de Cezar Prestes.

 

Suíte do Rapaz – Viviane Loyola. A arquiteta participa pela 12ª vez da mostra e apresenta soluções para o bem-morar em 75m². Ela aposta em um layout limpo e revestimentos como mármore, piso vinílico e painéis de MDF, além de móveis sob medida. Tudo para trazer funcionalidade ao espaço que integra área de descanso, estudo, closet e banho.

 

Jaime Lerner Design – Felipe Guerra e Samira Barakat. O espaço em homenagem ao arquiteto e urbanista é definido pela simplicidade e minimalismo que caracterizaram sua obra. Sob o conjunto de flâmulas vermelhas, os lançamentos assinados por Lerner ganham ainda mais vida.

 

Upscale Bar – Alessandro Cavalcanti e Ricardo Makhoul. Este bar solar tem inspiração no sunset californian, unindo música e arquitetura em 62 m². Layout flexível e tons alegres de laranja, verde e azul deixam o espaço convidativo. No piso, o cinza neutraliza a composição. Destaque para o bar, onde se alternam madeira laminada, laca colorida, couro, aço carbono e plantas.

 

Home Office da Empresária – Taciana Nakalski. Pensado para as mulheres empreendedoras, o ambiente de 36 m² alia alia funcionalidade, conforto e tecnologia. Com a voz, aciona-se o sistema de som e iluminação. O mármore Branco Paraná divide a cena com a madeira lisa e ripada. O projeto valoriza a produção de mulheres, como as estantes Linee desenhadas pela própria Taciana Nakalski, a poltrona da designer Rejane Carvalho Leite, esculturas da artista Lisi Wendel e fotos da artista plástica Sila Lima.

 

      

Café Boutique – Viviane Tabalipa. Além de café, o espaço é pensado para outros usos, degustação de vinhos e coworking. O espaço integrado permite que os visitantes também acompanhem a produção dos pães. Tons de verde e alaranjado conferem uma atmosfera tropical, junto com o toque acolhedor da madeira. No piso, um laminado com textura de concreto.

 

Living PORMADE – Léo Shehtman. Em sua estreia na CASACOR Paraná, apresenta um ambiente de 72 m² para celebrar a vida e provocar o imaginário. Tons densos e grafismos acentuados pautam o espaço, que tem uma cartela de cor enxuta, com nuances entre o preto e branco. O que só é quebrado por peças pontuais, como o sofá, as almofadas e obras de arte. O protagonismo fica a cargo do papel de parede de gavetas envelhecidas.

QUANDO? De 18 de maio a 7 de julho de 2019 – ONDE? Edifício Zoller Building Center – Rua Coronel Menna Barreto Monclaro, 423 – Centro – Curtitiba