O Morar Bem Online trouxe em reportagem: “Sabe aqueles programas de televisão que praticamente colocam uma casa detonada abaixo e depois ressurge outra super fofa e bem decorada no lugar? Pois não é só nas telas que isso acontece. No Engenho Novo, a designer de interiores Flavia Secioso transformou um casa em péssimo estado, com paredes cheias de infiltração e reboco do teto caindo numa residência charmosa e prática. A casa ou ‘casinha’, como é carinhosamente chamada pelo casal de donos do imóvel, fica em uma vila bucólica no coração da Zona Norte do Rio de Janeiro, e foi construída no ano de 1936 ao lado do rio Jacaré. Ela pertencia à tia de um deles. Como os moradores gostam do estilo retrô e não queriam perder a rusticidade do imóvel, a designer optou pelo uso de tijolos à mostra, cobogós, cores fortes, porcelana e ladrilho hidráulico. — Esta casa é uma das poucas que mantêm a arquitetura original na rua, então, quisemos misturar cores fortes para chamar a atenção com os tijolos da fachada, que são originais. Descascamos uma parte da parede e pintamos com cor vibrante para acentuar essa originalidade e marcar a personalidade dos moradores que gostam de tons fortes e peças de demolição — conta Flavia”. Leia mais no Globo Online.

Fonte: Globo Online/ Morar Bem/ 15/09/13

http://oglobo.globo.com/imoveis/o-antes-o-depois-de-uma-casa-de-1936-no-engenho-novo-9967859