As portas de correr, bastante utilizadas em casas e apartamentos para aproveitar espaços, vão muito além da função de apenas dividir os ambientes. Elas proporcionam privacidade, proteção e ajudam a acabar com ruídos indesejados. O item é muito utilizado na hora de separar cômodos, como cozinhas de lavanderias, salas de escritórios e varandas de salas de jantar.

O mercado oferece diversas opções de portas que auxiliam na divisão de ambientes, como as de vidro, de embutir, as articuladas, sanfonadas entre outras. A Ideia Glass, em parceria com a arquiteta Mericia Caldas e a designer Claudia Saraceni, montou um guia com dicas de como escolher o melhor modelo, explicando os benefícios de cada um.

As portas de correr geralmente são fabricadas em vidro e podem ser usadas até mesmo na entrada da casa. Segundo Claudia Saraceni, esse tipo de divisória evoluiu muito com as ferragens externas de roldanas aparentes e com os tipos de vidros que o mercado oferece. “Ao optar por uma porta de correr, é possível escolher entre o vidro liso, jateado e serigrafado, o que além de agregar valor estético, colabora para a privacidade e segurança do local”, afirma.

O modelo Vision, da Ideia Glass, é elaborado como uma solução para espaços reduzidos e para integração de ambientes. Com sistema de roldanas aparentes, o produto não expõe os suportes do tubo, o que garante a suavidade ao ambiente. Sua montagem é simples e se dá por meio de um sistema de encaixe do trilho superior aos suportes de sustentação a parede.

Medidas: Largura de 2.0m a 2.5m, máximo da porta, 1.1m de largura a 2.2m de altura. Espessura do vidro, 8 à 10mm.

Também capazes de otimizar o espaço, as portas de embutir deixam ambos os lados livres de maneira que o vão de passagem não sofra interferência. Facilitando a mobilidade de pessoas idosas e até mesmo de cadeirantes, esse modelo se oculta dentro da parede, não obstruindo os espaços. A arquiteta Mericia Caldas lembra que uma vez que a porta está instalada, as folhas podem ser substituídas a qualquer momento, sem quebrar nada e sem sujeira. Podem ser instaladas em paredes de alvenaria e drywall.

Conhecidas como articuladas ou sanfonadas, esse modelo de porta não possui perfil inferior, permitindo que, quando aberto, o pavimento fique totalmente livre de obstáculos ou sujeiras. Segundo a designer Claudia Saraceni, essas peças são as mais usadas no mercado e, por isso, seu foco está na divisão de cômodos internos da casa.

A Porta Flex, da Ideia Glass, não conta com trilho na parte inferior, diferente dos modelos disponíveis no mercado. Seu design valoriza a transparência do vidro com suas dobradiças delicadas e estrutura metálica, garantindo um efeito leve para a divisória.

As folhas de vidro de 8mm que compõe a porta a deixam compacta quando aberta, o que proporciona um maior aproveitamento do vão, deixando um amplo espaço de passagem. A Porta Flex pode ser encontrada em três modelos: frontal, duas portas e lateral.