Entre os dias 25 de novembro e 18 de dezembro, Mostra pontua parceria com a iniciativa, lançada em agosto deste ano, que visa catalogar o maior número possível de espécies de árvores nativas brasileiras .

Idealizado pelo coletivo de designers e artistas Ana Neute, Otávio Coelho e Thiago Fink, o Projeto Bioma é uma iniciativa que prevê a catalogação de espécies nativas da flora brasileira. Em parceria ETEL, interlocutora do design brasileiro que há mais 30 anos pesquisa e produz suas peças em madeiras nativas, o projeto ganha sua primeira exposição presencial, entre os dias 25 de novembro e 18 de dezembro, no showroom da marca em São Paulo. A mostra conta com obras assinadas por Thiago Fink utilizando os carimbos, além de outras peças de design da Coleção ETEL produzidas com as mesmas madeiras.

O processo de criação e produção das peças parte de desenhos, resultantes da observação do todo e também dos detalhes das árvores, folhas, galhos e frutos, que são transferidos para uma série de carimbos esculpidos na madeira da própria espécie. A primeira edição do projeto, lançado durante a SP-Arte Viewing Room, reúne caixas e carimbos de seis diferentes árvores nativas brasileiras: Cabreúva, Imbuia, Sucupira, Freijó, Jequitibá Rosa e Angelim Pedra. Cada uma terá edições limitadas, de até 25 unidades.

A parceria entre o Projeto Bioma e a ETEL é, para Lissa Carmona, CEO e curadora da marca, desdobramento de um trabalho constante de mais de 30 anos acerca das espécies nativas brasileiras. “O Projeto Bioma é uma grande colaboração ao Design Brasileiro. ,Temos que disseminar conhecimento sobre as espécies típicas do nosso país”, completa.
 
A expectativa da ETEL e dos artistas e designers envolvidos é catalogar, pelo menos, mais duas espécies no próximo ano, sempre com um registro artístico de cada uma delas.