Abriu neste sábado, 10/09, no Instituto Moreira Salles, às 17h, a exposição  “Mira Schendel, pintora”, com 27 obras da artista plástica suíça radicada no Brasil. Foi realizada uma mesa-redonda aberta ao púbico com a participação da curadora e historiadora Maria Eduarda Marques, do crítico de arte Ronaldo Brito e do artista plástico José Resende. A exposição reúne alguns dos melhores exemplos da pintura de Mira Schendel, produzidos entre os anos de 1950 e 1980, pertencentes a acervos de coleções particulares e instituições. Ao longo de sua carreira, Mira Schendel trabalhou com diferentes materiais e linguagens, sendo mais conhecidos seus trabalhos em papel, tais como as monotipias e os objetos gráficos. Mas a pintura sempre permeou sua trajetória artística. Na mostra, vão estar obras que exemplificam as diversas fases da produção pictórica da artista. Segundo a curadora Maria Eduarda Marques, em “Mira Schendel, pintora”, é possível perceber que muitos dos conteúdos que a artista desenvolveria em outros suportes surgem primeiramente de suas experiências no campo da pintura. Veja nas fotos quem esteve no evento.

Fotos de Paulo Jabur