São Paulo –  O olhar do fotógrafo Leonardo Finotti na exposição Sotaques paulistanos da Bauhaus, revela as construções de grandes mestres da arquitetura brasileira, mostrando a essência e a função dos materiais como vidro, madeira e aço, e a integração com o urbanismo.

Na mostra, o fotógrafo retrata como a capital se inspirou nas formas e linhas simples e com visual “clean” — um exemplo desse estilo são as obras de Oscar Niemeyer, presentes em vários pontos da cidade. As fotos ficam expostas até março do ano que vem na Casa Modernista. 

Com 20 obras, o fotógrafo registrou o viés da escola alemã Bauhaus, que influenciou a arquitetura, a decoração e o design modernista de arquitetos brasileiros como Lina Bo Bardi, Paulo Mendes da Rocha, Rino Levi, David Libeskind, Décio Tozzi, Joaquim Guedes, Marco Acayaba, entre outros.

À convite do diretor do Departamento dos Museus Municipais, Marcos Cartum, a mostra ganha os espaços da primeira Casa Modernista de São Paulo, assinada pelo arquiteto Gregori Warchavchik, e chega com o cuidado de dialogar respeitosamente tanto com o espaço, que está em início de obras de restauro, quanto com o olhar do fotógrafo em cada imagem.

Exposição: Sotaques Paulistanos da Bauhaus por Leonardo Finotti  

até 29 março/2020  – terça a domingo, das 9h às 17h.

Local: Casa Modernista

Endereço: Rua Santa Cruz, 325 – Vila Mariana – São Paulo – SP

Entrada Franca.