Reunindo designers consagrados ao lado de talentos nascentes e artesãos habilidosos, a 35ª edição da Paralela, feira de design autoral, começou ontem, dia 19 em São Paulo, e vai até quinta (21), com o tema empreendedorismo criativo.  O evento conta com a curadoria de Marisa Ota e abre neste ano com 58 expositores, sendo 33 deles mulheres – um aumento de 22% em relação à edição passada, realizada em agosto de 2018.

O evento acontece há mais de 16 anos,  reunindo diversos profissionais ligados ao design autoral à decoração e ao artesanato contemporâneo. Nesta edição, a feira acontece novamente no Pavilhão Lucas Nogueira Garcez, mais conhecido como OCA no Parque do Ibirapuera.

Referência para os profissionais da área, a mostra conta com uma grande variedade de lançamentos e uma programação de palestras relacionadas ao tema, que ensinam, por exemplo, como fazer posicionamento de marca e marketing digital. Com entrada gratuita, a feira é lojistas e profissionais do setor.

A natureza continua inspirando ideias e protagonizando a composição de produtos, como mostraram grandes eventos do setor no ano passado.   As matérias-primas naturais, a exemplo do algodão, da fibra e da madeira, também aparecem em boa parte dos produtos. O artesanato e o fazer manual devem continuar em alta neste ano, uma vez que a preocupação com a cadeia sustentável de produção é praticamente unânime entre os designers, sejam eles novatos ou já consagrados.

A arquiteta Nara Ota aproveitou a oportunidade do evento para apresentar trabalhos realizados em parceria com outros designers e artistas. Em seu estande estão luminárias com cúpulas de vidros de laboratório e vasos com funcionalidades inusitadas (foto de capa), que trabalham o equilíbrio das plantas por meio de encaixe de varetas móveis.

Em parceria com a Lovato, fabricante de Curitiba, Filipe Ramos apresenta chaise e poltrona (foto) feitas de cordas náuticas. As peças podem ser usadas em área interna e externa.