O paulistano Wagner Malta Tavares desembarca, a partir de 31 de março, na galeria Cavalo, em Botafogo, com a individual “Diário do Capitão”. O artista, finalista do Prêmio Pipa 2014, apresenta, até 21 de maio, 20 obras inéditas para o público carioca, todas produzidas em 2015 e 2016.

Wagner Malta Tavares já participou de exposições em instituições como o Instituto Tomie Ohtake, em São Paulo, no MAC de Niterói, além de individuais e coletivas em galerias no Brasil e no exterior. Realizou intervenções urbanas em cidades como São Paulo, Veneza, Chicago e no Rio de Janeiro. E seus trabalhos, feitos em diversos formatos, como escultura, vídeo, fotografia, desenho, performance e instalação, tentam, em sua maioria, tornar visíveis aspectos da existência humana, e, por meio de sons, luzes, vento, calor e outros elementos, provocar uma reação além do simples ato de ver.

Entre os destaques da exposição está a fotografia ‘Torre – Ground Control’, de 160x120cm, e um conjunto de monotipias térmicas: papéis gravados com o calor de resistências elétricas, além da escultura de grande porte intitulada “Estudo Para Coluna De Vento”, com quatro metros de altura.

‘Sonda’, uma vitrola de alumínio na qual um disco prateado executa em loop infinito a trilha sonora composta por ondas magnéticas do espaço sideral decodificadas, extraídas da internet, também compõe a mostra. São ruídos de fundo da galáxia, do Sol e planetas do Sistema Solar, dos anéis de Saturno e das luas de Júpiter. “Prefiro que as pessoas tirem suas próprias conclusões da exposição. Como diz o título é o ‘Diário do Capitão’. Os elementos para o entendimento e fruição estão dados nos trabalhos mesmos, em sua presença e sua relação. Uma mostra sempre conta alguma coisa, é preciso estar disposto a ouvir”, diz Wagner Malta Tavares.

Serão apresentados também 10 discos de vinil, feitos individualmente e com capas diferentes entre si remetendo ao conceito de labirinto grego, mas com forte referência concreta e construtiva. Na noite de abertura da mostra haverá dois assistentes, vestindo roupas desenhadas pelo artista, que auxiliarão o público a manusear as peças. “Eles atuarão como mediadores. Embora não façam uso da fala”, explica Wagner Malta Tavares.

Após o fim da exposição na Cavalo, Wagner Malta Tavares enfrentará mais um desafio: o artista fará, em junho, uma instalação com corpos prateados presos ao sótão de uma igreja barroca em Linz, na Áustria.

O trabalho do artista pode ser visto no site galeriacavalo.com e no site wagnermaltatavares.com

Exposição – Diário do Capitão

Abertura – 31 de março, às 18h

Período – 1º de abril a 21 de maio

Horário de visitação – Terça a sexta, das 12h às 20h. Sábados, das 13h às 17h

Local – Cavalo – Rua Sorocaba, 51, Botafogo. Tel: (21) 2267-7654

Entrada gratuita

www.galeriacavalo.com