O site da Bamboo informou em reportagem: “Em 1994, uma equipe de arquitetos, designers e urbanistas do escritório alemão Neumeister Design discutia as diretrizes de criação do inovador ICE 3.3 (InterCity Express), trem de alta velocidade que conectaria de forma bastante rápida as principais cidades da Alemanha. Entre os profissionais envolvidos no projeto estava o designer carioca Guto Indio da Costa – que era, na época, um recém-formado com grande interesse por transporte e opiniões sólidas sobre mobilidade urbana. “Considerei fazer graduação em design de automóveis, mas quando me dei conta de que trabalharia apenas com a estética dos veículos, descartei a opção. Acredito que o design tem muito mais a contribuir com as cidades e suas estruturas de mobilidade”, lembra ele. Após 20 anos, o trem ICE 3.3 ainda é referência global em transporte de alta velocidade, e Guto, um personagem importante na história do sistema de mobilidade do Rio de Janeiro. Coordenador dos núcleos de design e transporte do escritório do qual é sócio ao lado do pai, Luiz Eduardo Indio da Costa, Guto trabalhou em importantes projetos de urbanismo da cidade”. Leia mais no site.

Fonte: Bamboo/Reportagem: Flora Monteiro/07/03/16

http://www.bamboonet.com.br/posts/criador-do-trem-carioca-vlt-guto-indio-da-costa-quer-melhorar-o-sistema-de-transporte-urbano-brasileiro-e-viabilizar-o-carro-eletrico-ideal-para-as-grandes-cidades