O Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro e a Pinakotheke Cultural inauguraram a exposição “Jaildo Marinho – Cristalização”, no dia dia 27 de maio, com curadoria do crítico de arte francês Jacques Leenhardt, que reúne 19 obras, entre pinturas, esculturas e a instalação que dá nome à mostra – com 27 metros quadrados – , do artista pernambucano nascido em 1970 e radicado há 24 anos em Paris. A exposição é acompanhada de um livro-catálogo bilíngue (português-francês), com textos do crítico francês Jacques Leenhardt e do curador do MAM, Fernando Cocchiarale, editado pela Pinakotheke Cultural, realizadora da exposição em parceria com o MAM. Confira o evento nas fotos de Paulo Jabur.