Linhas cromáticas dispostas numa sucessão de contrastes e modulações. Em “O Diálogo da Cor”, primeira exposição individual de Lúcia Glaz no Rio de Janeiro, a pintora santista mostra um desejo de explorar novos fenômenos perceptivos, considerando o potencial expressivo da cor em sua interação com a forma. A exposição acontece de 25 de setembro a 14 de outubro na Almacén Thebaldi Galeria, no CasaShopping, e traz mais de 30 obras de acrílica sobre tela realizadas desde 2015, com predominância de obras recentes.

A arquitetura da composição dos trabalhos de Lúcia Glaz organiza-se quase que exclusivamente em verticalidades ou horizontalidades. Os campos de cor são matizados em transparências que se superpõem, criando uma profundidade em camadas.

“Cor e estrutura são inseparáveis no meu trabalho. Às vezes, uso cores que não são aquelas prontas: são fruto de um experimento, de uma junção de cores. Outras vezes uso cores existentes, daquelas que a gente resgata na memória e lembra de alguma coisa”, conta a artista.

Segundo o jornalista e crítico de arte Antonio Gonçalves Filho, a exposição tem o compromisso de atualizar questões como os fenômenos de vibração cromática e o contraste das cores numa época em que predominam as cores eletrônicas.

“Como se dá a percepção visual e como se desenvolve a sensibilidade colorística fora da tela do computador? Como universalizar nossa experiência de ver de forma concreta as cores? São perguntas que as telas de Lúcia Glaz suscitam, buscando ansiosamente uma resposta”, escreveu o crítico.

O trabalho de Lúcia chama a atenção de vários colecionadores, entre eles Pedro Mastrobuono. Nas suas palavras: “Quis conhecer melhor o trabalho de Lúcia, atraído principalmente por sua audácia em usar tons de rosa, uma cor tão perigosa, que raros artistas ousam utilizar. Quando isso aconteceu, vi que estava diante de uma artista plena e madura, com um fazer silencioso, sem alarde, sem disputa por reconhecimento ou mercado”.

 

                                              

 

O DIÁLOGO DA COR

ABERTURA:  25 de setembro, de 17h às 21h

QUANDO: 25 de setembro a 14 de outubro

ONDE: Almacén Thebaldi Galeria – Avenida Ayrton Senna, 2150 CasaShopping – bloco G – lojas F e M – Barra da Tijuca. Rio de Janeiro

HORÁRIO DE VISITAÇÃO: de segunda a sábado, das 10h às 21h e domingos, de 15h às 21h.

Entrada Franca