O empresário Omar Peres é contra a mudança da identificação do Copacabana Palace e protocolou no Iphan um pedido para que o nome do hotel se torne patrimônio imaterial da cultura do país. Segundo nota da coluna Gente Boa, “o receio do empresário, que vai abrir um hotel em Copacabana com projeto da arquiteta iraquiana Zaha Hadid, é que, com o passar dos anos, o nome Belmond acabe substituindo o Copa no imaginário popular. “É natural. Não é uma coisa de um ou dois anos. Mas em dez ou vinte anos, só vão chamar de Belmond”, reclama”. Leia mais no jornal O Globo.

Fonte: O Globo/Segundo Caderno/Gente Boa/27/02/14