Segundo nota da coluna Gente Boa, “depois das vitrines que expunham roupas à venda nos postos de salvamento das praias, chegou a vez dos caixas eletrônicos. Eles também terão de sair da orla. Washington Fajardo, presidente do Instituto Rio Patrimônio da Humanidade, vai cassar a autorização da Orla Rio para explorar os caixas eletrônicos nos postos da Praia de Copacabana. ‘Eles são um trambolho na paisagem. Os postos de salvamento são um projeto elegante do Sergio Bernardes. A troca das grades por vidro acabou abrindo espaço para virar uma área de tirar dinheiro’, reclama Fajardo.”. Leia mais no jornal O Globo.

Fonte: O Globo/ Segundo Caderno/ Gente Boa/ 21/08/13