De acordo com matéria do Rio Show, “é quase automático, ao se falar na revitalização da Zona Portuária do Rio, vir a imagem do Museu de Arte do Rio (MAR) à cabeça. Instalado em dois edifícios, com oito salas de exibição divididas em quatro andares, o museu — que abre para o público na próxima terça-feira — dispõe de auditório, escola, biblioteca, uma filial do restaurante Emporium Pax, mirante, praça suspensa, café e lojinha. Para a inauguração, quatro exposições ocupam o Palacete Dom João VI, distribuídas de cima para baixo. São elas ‘Rio de imagens: Uma paisagem em construção’ (3º andar), ‘O colecionador: Arte brasileira e internacional na coleção Boghici’ (2º), ‘Vontade construtiva na coleção Fadel’ (1º) e ‘O abrigo e o terreno — Arte de sociedade no Brasil I’ (térreo). Já no prédio de estilo modernista está a Escola do Olhar, que assume a missão de inscrever a arte no ensino público brasileiro”. Leia mais no jornal O Globo.

Fonte: O Globo/ Rio Show/ Reportagem: Carolina Ribeiro/ 01/03/13