Segundo reportagem do Segundo Caderno, uma das peças mais ousadas da revitalização cultural da Zona Portuária do Rio ganhou, nesta semana, uma data para se encaixar no ambicioso projeto do Porto Maravilha. No dia 10 de setembro, o Museu de Arte do Rio (MAR) abre suas portas, na Praça Mauá, após uma obra orçada em R$ 76,6 milhões que uniu dois prédios vizinhos de estilos arquitetônicos diferentes sob uma gigantesca cobertura de cimento ondulado — uma estrutura cinzenta que mais lembra um tapete voador. Leia mais no jornal O Globo.

Fonte: O Globo/ Segundo Caderno/ Reportagem:  Cristina Tardáguila