Segundo nota da coluna Gente Boa, “as obras da Igreja Matriz de Santa Teresa foram  embargadas pela Secretaria do Patrimônio. Sem qualquer licença, ela vinha sendo descaracterizada pela própria paróquia”. Leia mais no jornal O Globo.

Fonte: O Globo/ Segundo Caderno/ Gente Boa/ 30/04/13