O site da revista Bamboo publicou em reportagem: “Um terreno de 35 hectares, na região serrana do Rio, abriga a casa JG, do escritório MPGAA. Repleto de árvores, riachos e pedras, além da neblina que caracteriza Itaipava, o projeto teve na natureza seu elemento de partida. Os percursos até a casa são um fim em si mesmo. Espaços generosos, com verde por todos os lados, são parte da arquitetura e vice-versa. A topografia inclinada permite que a casa surja discretamente num primeiro momento, como continuação do morro. Uma coberta-jardim com vegetação arbustiva forma uma lâmina espessa, que parte do nível da encosta, cobre a garagem e o pavimento superior, protegendo o acesso à casa, realizado pela parte mais alta da implantação”. Leia mais no site.

Fonte: Bamboo/Reportagem: André Becker/25/11/13

http://bamboonet.com.br/posts/nesta-casa-na-serra-fluminense-miguel-pinto-guimaraes-propoe-uma-sucessao-de-dialogos-entre-natureza-construcao-arte-e-mobiliario