A coluna de Ancelmo Gois informou em nota: “Os monges beneditinos deram ontem glória a Deus nas alturas, na tradicional missa, a única da cidade com canto gregoriano. O BNDES aprovou projeto para a restauração da Igreja de Nossa Senhora de Montserrat (um tesouro do barroco), construída entre 1633 e 1671. Joia preciosa de nossa arte colonial, este templo integra o conjunto arquitetônico do Mosteiro de São Bento — tombado pelo Iphan em 1938 — no entorno da Praça Mauá, na Zona Portuária do Rio. O apoio financeiro é de R$ 8,7 milhões, por meio da Lei Rouanet. O projeto inclui também a implantação de um programa de visitação, com monitores e educadores, além de sistema de audioguia. Nas capelas, as obras envolvem a recuperação das paredes, imagens, castiçais e lampadários. Vai ficar um brinco de tão bonito”. Leia mais no jornal O Globo.

Fonte: O Globo/Rio/Ancelmo Gois/14/04/14