O site da Casa Claudia Luxo publicou em reportagem: “A história começou em 2003, quando a Daros, a mais abrangente coleção europeia particular dedicada à arte contemporânea da América Latina, formada por mais de 1,2 mil obras de 116 artistas, procurava uma sede para seu acervo, concentrado em Zurique, na Suíça. Várias cidades foram cogitadas, mas foi o Rio de Janeiro, por sua posição central, de fácil acesso, e ainda pela bela geografia, que acabou ganhando a concorrência. ‘Pensamos em nos instalar em Havana, ou mesmo em São Paulo ou Buenos Aires, mas eram cidades com um quadro político conturbado ou uma cena cultural mais estabelecida. O Rio estava acontecendo, efervescendo e reunia atrativos irresistíveis. Por isso nos conquistou’, diz a diretora-geral da casa, Isabella Rosado Nunes. Depois de considerarem inúmeros endereços, como um galpão na zona portuária e até fábricas desativadas, eles encontraram, em 2006, o local ideal em plena zona sul, no bairro de Botafogo: um casarão de 12 mil m², do século 19, com espaço de sobra para abrigar diferentes mostras, biblioteca, auditório, restaurante, loja e ateliê de criação. Um verdadeiro oásis, que abre suas portas depois de totalmente renovado e restaurado com projeto inicial do arquiteto paulista Paulo Mendes da Rocha e acompanhamento e finalização do escritório carioca de Ernani Freire. Uma empreitada que se estendeu por exatos sete anos e consumiu quase 70 milhões de reais (além dos 16 milhões gastos na aquisição do imóvel), mas que agora apresenta uma programação de alto nível, com a exposição Cantos Cuentos Colombianos, que traz 75 obras do acervo da Daros e ainda a ocupação de Iole de Freitas, que instalou ali uma escultura de grandes proporções. ‘Não somos um centro cultural nem um museu, e sim uma casa. Nossa proposta é fazer um local de encontros e trocas. Aqui, o artista tem voz e a produção latino-americana pode dialogar com o mundo’, afirma Eugenio Valdes Figueiroa, diretor de arte e educação do espaço”. Leia mais no site.

Fonte: Casa.com.br/ Casa Claudia Luxo/ Reportagem: Simone Raitzik/26/05/13

http://casa.abril.com.br/materia/casa-daros-do-orfanato-a-arte-contemporanea