O caderno Zona Sul trouxe em matéria: “Quando o sol bate na sala do empresário Luís Fernando Amorim, as cortinas de sua casa se fecham automaticamente e, só no fim da tarde, elas reabrem. O que parece mágica é, na verdade, a tecnologia a favor do conforto. Por meio de um software americano, o sócio da empresa de automação High End consegue controlar não apenas as cortinas de sua cobertura no Leblon, mas o sistema de áudio e vídeo, as luzes e a temperatura do imóvel. O controle, segundo ele, pode ser feito de qualquer lugar do mundo. —Por meio de um tablet, a pessoa pode estar no Japão e, não apenas ligar, mas saber se o ar-condicionado de casa, por exemplo, foi acionado em algum momento do dia por alguém — comenta ele. Para o empresário, que é formado em contabilidade, o universo da tecnologia sempre lhe despertou interesse. Após muita leitura e participação em inúmeros seminários no Brasil e no exterior, há 16 anos, ele decidiu criar a High End e oferecer mordomia na palma da mão de seus clientes”. Leia mais no jornal O Globo.

Fonte: O Globo/Zona Sul/Reportagem: Adalberto Neto/26/03/15