A coluna Design Rio publicou em matéria: “Quem circulou nos últimos 15 dias pela Avenida Rio de Janeiro, no limite entre a Zona Portuária e o Centro, certamente deve ter percebido por lá, perto do prédio do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia (Into), um enorme muro azul e branco destacando-se na paisagem cinzenta. Pintado no mês passado, o painel de 800 metros quadrados é uma das primeiras intervenções artísticas naquele pedaço do Porto feitas pelo projeto Gentileza Urbana, que pretende usar grafites e desenhos para recuperar as áreas que ainda se encontram deterioradas, com pichações ou encardidas pelos anos e anos de exposição à poluição de ônibus e automóveis. A iniciativa, encampada pelo produtor e jornalista André Bretas, à frente do Instituto Rua, é uma das muitas que estão surgindo ali. A reboque das obras de infraestrutura que começaram a mudar o cenário da Zona Portuária, muros, pilastras, muretas e fachadas de prédios vêm sofrendo o efeito benéfico da revitalização da região. Uma onda de renovação que também pode ser sentida em alguns armazéns da região, que já ganharam um novo uso e passaram por reformas internas. — Ficamos 12 dias pintando o painel e todo mundo que passava elogiava e agradecia. Sem dúvida, ele está contrastando com o que está em volta. Os muros do entorno estão praticamente pedindo para ser transformados também — brinca Bretas, que tocou o projeto no muro de um dos novos prédios da área, o Port Corporate Tower”. Leia mais no jornal O Globo.

Fonte: O Globo/Rio/Design Rio/Reportagem: Simone Candida, Ludmilla de Lima e Rodrigo Bertolucci/19/04/15