A coluna Em casa por Marcia Müller, do blog da Lu Lacerda, trouxe em nota: “De todos os materiais orgânicos, sem dúvida, a madeira é o mais lindo; um dos mais conhecidos e usados pelo homem desde as nossas primeiras experiências fora da caverna. Falar do seu uso — sem falar que a indústria florestal ocupa vastas áreas do planeta e a exploração de madeira em florestas naturais continua a ser uma das principais causas de desflorestamento e de perda de habitat para múltiplas espécies, ameaçando severamente a biodiversidade — seria irresponsável! Apesar de tudo isso, a utilização da madeira também pode ser responsável. Existem madeireiras que trabalham com produtos ecologicamente corretos. Isso sem falar que é sempre melhor do que um produto sintético! Por isso, na decoração ou na construção civil, é uma das minhas preferências! Numa referência às antigas residências, onde o teto e toda a estrutura eram feitos de madeira, as vigas, quando aparentes, serviam de decoração e se harmonizavam com a estética da época! Hoje, a madeira aparente no teto raramente tem a mesma função estrutural, mas igualmente embeleza e dá um conceito lar à moda antiga. Aquela casa com as vigas aparentes está no nosso inconsciente coletivo da casa conhecida de tantas eras passadas. Tudo passa: moda, nova ordem estética, conceitos, definições… Mas a casa, e algumas referências sobre ela, sobrevivem a tudo! Mostramos lindas fotos de tetos com madeira, que, apesar do nosso clima ser tropical, adapta-se lindamente, atenuando e protegendo da incidência solar!”. Leia mais no blog.

Fonte: Lu Lacerda/08/03/16

http://lulacerda.ig.com.br/em-casa-por-marcia-muller-madeira-no-teto/