O escritório Zoom Arquitetura marca presença na edição de 2019 da Casa Cor SP, que acontece   no Jockey Club de São Paulo. Este ano, a motra escolheu como tema Planeta Casa, que busca convergir três pilares conceituais: “Sustentabilidade, Tecnologia e Afeto”.

O Zoom Arquitetura – reconhecido por criar espaços que estimulam relações positivas entre pessoas e cidades – em parceria com a LAO Design, desenvolveram para esta edição o “Espaço Índigo Comgás” – um local de transição entre a metrópole e o Planeta Casa.  

Um ambiente cativante que estimula e acolhe as pessoas em meio ao caos e hostilidade da cidade, que quebra a monotonia cinza da cidade através de uma atmosfera azul vibrante, imersiva e sensorialmente rica.  O azul índigo está em uma frequência e possui uma vibração que cria um campo energético contagiante, harmônico e profundo, assim como o espaço.

“Criamos o Espaço Índigo Comgás com o intuito de ser um espaço modelo, um exemplo de como acreditamos que os ambientes públicos devam interagir com as pessoas. Os espaços públicos são fundamentais para a circulação e interação das pessoas, mas nem sempre recebem o cuidado que merecem”, afirma Guilherme Ortenblad arquiteto e sócio-fundador do Zoom.

 Equilíbrio: A ocupação do Planeta Terra pelo ser humano segue em um ritmo predatório. O acesso à tecnologia e a aglomeração de pessoas em grandes cidades, por exemplo, aumentaram visivelmente as consequências desse domínio. O nosso modo de vida, por conseguinte, alcançou níveis precários e, agora, numa tentativa de conciliar as conquistas tecnológicas alcançadas com a preservação dos meios naturais, busca-se uma vida mais sustentável e equilibrada.

Sustentabilidade: A partir dessa ideia, o projeto destaca soluções sustentáveis como reaproveitamento de materiais. “O projeto foi elaborado considerando o ciclo de vida completo dos materiais”.  A partir do REUSO de materiais de descarte, busca-se RESSIGNIFICAR esses elementos no local para então REMANEJAR e RECRIAR essa atmosfera em áreas carentes de infraestrutura urbana. Esse princípio reduziu substancialmente a quantidade de resíduos e entulhos produzidos para a construção do ambiente. Ou seja, o espaço preza não só pela sustentabilidade ambiental, mas também pela sustentabilidade social.

Delimitado por uma floresta de dutos metálicos reciclados, o Espaço Índigo Comgás  apresenta elementos e soluções criativas e qualificadas para serem replicadas em espaços públicos pela cidade. A começar pelo piso drenante escolhido, que busca diminuir a impermeabilidade do solo urbano. Os bancos em Cross Laminated Timber (CLT) – madeira engenheirada com processo de produção sustentável – abraçam os visitantes e criam tanto situações de interação, como de isolamento. Um espaço no qual natureza, tecnologia e ser humano convivem de forma harmoniosa, finalizado com a vegetação densa, que contribui para um paisagismo urbano rico.

Refúgio Urbano Interativo: O “Espaço Índigo Comgás” é a recepção da CASACOR São Paulo 2019, um lugar para circulação de pedestres, que está longe de ser somente um local de passagem, é um lugar de interação e estar. “Um espaço público afável, uma sala de estar urbana, onde as pessoas podem descansar, contemplar, meditar, interagir… um espaço onde as pessoas serão acolhidas para relaxar em meios aos conflitos da cidade”, explica Guilherme.

O escritório criou o primeiro _pocket park_ de SP – a Pracinha Oscar Freire, uma praça temporária que ativa um lugar ocioso inspirado no novo modelo de parques nova-iorquinos. O Espaço Índigo Comgás faz uso da mesma estratégia de ocupação, dando vida a um recuo do Jockey Club de SP, um espaço que estava inativo.

O espaço interativo apresenta um elemento hipnotizante e inovador: o Tubo de Rubens, um experimento físico em que chamas de fogo dançam ao ritmo de ondas sonoras musicais. Ainda, esse ambiente será palco para o lançamento de peças exclusivas de mobiliário urbano, desenvolvidas por nós e que homenageiam arquitetos que tiveram atuações importantes em São Paulo. O Banco Marquise faz referência a espacialidades de Oscar Niemeyer e o Bicicletário Mandacaru, ao legado de Lina Bo Bardi – e incentiva que os visitantes da mostra façam uso de modais ativos.

SOBRE LAO DESIGN: Empresa especializada em soluções ecológicas para áreas de lazer, prática esportes e infraestrutura urbana. Com madeira certificada e materiais reciclados, produz playgrounds, equipamentos de ginástica, bancos e estruturas de madeira, como pontes, passarelas, mirantes, deques e pergolados, entre outros.

 SOBRE ZOOM ARQUITETURA: Fundado em 2010, o Zoom é um escritório de urbanismo, arquitetura e design que atua em projetos de diversos usos e dimensões no espaço urbano. Acredita que a boa arquitetura deve estar centrada no ser humano, respeitando sua escala e seu comportamento. Assim, os edifícios, as áreas livres, os ambientes e a cidade são suportes para que a vida aconteça, e, por isso, devem ser projetados com essa intenção.