A Revista O Globo trouxe em matéria: “Nada daquelas casas sem bugiganga ou livro algum (a não ser alguns estrategicamente colocados, cujas capas combinam), ou  em que os objetos são todos de cores complementares e as estantes não guardam nada e só servem para dispor o que fica bonito ali: a proposta que vem ganhando adeptos é a da decoração da vida real. E, nas páginas que se multiplicam na internet sobre o tema, a palavra ‘realidade’ também se aplica ao bolso, longe de ambientes retratados por revistas de décor em que luminárias e peças do gênero custam milhares de reais. — O Casa Aberta surgiu de uma necessidade minha de procurar referências simples, fáceis de fazer e acessíveis. Eu achava apenas sites e revistas de decoração fora da minha condição e de tantos que querem decorar suas casas sem muito dinheiro. Decidi fazer minha própria referência, começando a fotografar, primeiramente, casas de amigos e conhecidos — conta Rodrigo Ladeira, que criou há dois meses o Casa Aberta (www.casaaberta.net), que já é um sucesso e recebe e-mails de gente de todo o Brasil com ofertas para mostrar como resolveram suas salas, seus quartos etc”. Leia mais no jornal O Globo.

Fonte: O Globo/ Revista O Globo/ Reportagem: Claudia Amorim/ 15/09/13