O site da Arquitetura & Construção publicou em reportagem: “Entre árvores densas, em algum lugar de Petrópolis, uma casa sobrevive ao tempo, às chuvas, à neblina. Não é bem uma casa qualquer, tem nome: Samambaia. Construída entre 1951 e 1953, rendeu ao então jovem arquiteto carioca Sergio Bernardes (1919-2002) o prêmio da 2ª Bienal de Arquitetura de São Paulo, em 1954, definido por um júri de ilustres como Alvar Aalto e Walter Gropius. Sua estrutura inovadora de metal testemunhou encontros fervilhantes e conversas inteligentíssimas dos muitos – e interessantes – amigos que visitavam sua proprietária, a arquiteta e paisagista autodidata Lota de Macedo Soares (1910-1967). Tratava-se de gente como Alexander Calder e Roberto Burle Marx. Para o arquiteto e pesquisador Lauro Cavalcanti, diretor do Paço Imperial e professor da UERJ, a palavra que define casa Samambaia é radicalidade”. Leia mais no site.

Fonte: Arquitetura & Construção/ Reportagem: Silvia Gomez/ 02/09/13

http://casa.abril.com.br/materia/conheca-a-primeira-casa-a-usar-cobertura-metalica-no-brasil