A Pinakotheke Cultural inaugurou ontem, dia 23 de agosto, a exposição “Lasar Segall – Obras sobre papel: pinturas, desenhos e gravuras”, com 71 trabalhos do grande artista, feitos sobre papel, pertencentes a sua família. Grande parte das obras é inédita ao público, em seleção feita pelo curador Max Perlingeiro. A exposição abrange obras produzidas entre 1910 e 1956, na maior diversidade de técnicas e processos, e na maior variação temática já apresentada em uma única exposição sobre Lasar Segall. São 17 pinturas, 23 desenhos e 31 gravuras, entre retratos e autorretratos, flores e naturezas-mortas, figuras e grupos de figuras, judaísmo, brasileiros e europeus, negros e brancos, guerra, paisagens, animais, e séries importantes como “Emigrantes” (1926-1930) e “Mangue” (1926-1929). Confira nas fotos de Paulo Jabur quem esteve no evento.