De acordo com reportagem do caderno Ela, “o ateliê da marca carioca de bijoux Prishma fica no meio de uma floresta. Ao redor da casinha de madeira, tem árvores, arbustos, bichos da mata. Dentro, Maria Pellegrino, 23 anos, e Manoela Pinto, de 25, mexem com maçaricos, moldes, martelos, lixas, pedaços de metal e pedrarias. Agora, elas, que já fazem sucesso na cidade, lançam a primeira coleção oficial do ateliê. Arquitetas por formação (Maria trabalhou junto com o pai, Helio Pellegrino; Manuela com Lia Siqueira), a dupla sempre teve uma quedinha pelos acessórios, mas foi só no começo do ano que tiveram coragem de seguir o caminho do design de joias. Maria entrou no curso do Atelier Mourão, de Paula Mourão, e Manuela no de Lívia Canuto”. Leia mais no jornal O Globo.

Fonte: O Globo/Ela/Reportagem: Lívia Breves/05/12/15