A revista O Globo publicou em reportagem: “O estilo industrial, tão em alta na decoração, inspira também a arquitetura residencial. Prova disso é a escolha do chamado aço corten para montar  estruturas com vigas aparentes — recurso que deixa o clima um pouco mais pesado, no melhor dos sentidos. O material tem virado estrela de muitos projetos, justamente graças ao poder de imprimir a estética que remete a fábricas e prédios comerciais. Numa casa no Itanhangá, por exemplo, as arquitetas Claudia Pimenta e Patricia Franco bolaram um anexo de 40 metros quadrados, que tem a função de ser um espaço gourmet, com o teto e as colunas em aço corten. O aspecto envelhecido contou como ponto a favor para a dupla. Um efeito que se dá no processo de fabricação: o aço, inicialmente claro, é acrescido de substâncias anticorrosivas que, quando expostas à atmosfera, formam uma camada de óxido de cor avermelhada, responsável pelo ar enferrujado. Além de  deixar o material mais atraente, a camada funciona justamente como barreira de proteção contra a corrosão — fica até três vezes mais resistente do que um aço comum, segundo arquitetos e fabricantes. — É um material, de fato, muito resistente, mas sempre recomendo tratá-lo com mais anticorrosivos se for para regiões perto do mar, que sofrem com a maresia — aconselha Claudia”. Leia mais no jornal O Globo.

Fonte: O Globo/ Revista O Globo/ Reportagem: Isabela Caban/ 13/01/13