Tradicional Mostra Artefacto que reúne relevantes nomes da arquitetura em ambientes que abordam o DNA Natural, referência nos 45 anos da marca.

Autêntico. Instintivo. Nativo. Orgânico. Puro. Simples. O que é essencial para ser natural? O que naturalmente nos conecta? A Artefacto inaugurou, ontem (29), a Mostra Artefacto Camboriú  com alguns dos principais profissionais do circuito nacional para repensar espaços, recriar ambientes e reconectar projetos ao universo natural na Mostra 2021.

“Com 45 anos de história, a Artefacto continua valorizando o DNA fatto a mano. Rompemos as fronteiras do Brasil para virar referência internacional em móveis de alto padrão – hoje, somos líderes no sul dos Estados Unidos. Mobiliamos empreendimentos assinados pelos maiores starchitects do planeta: Norman Foster, Bjarke Ingels, Antonio Citterio, Herzog & de Meuron, Renzo Piano, Zaha Hadid, entre outros”, conta Paulo Bacchi, CEO da empresa. “Também fomos os escolhidos para o novo projeto do Cipriani Club, em Nova York, além de estarmos presentes em hotéis de luxo que vão de Jumby Bay Island ao Hotel du Cap-Eden-Roc, no sul da França. É com imensa alegria e satisfação que apresentamos a Mostra Artefacto 2021, que entra em cartaz com nomes importantes (e amigos queridos) interpretando uma reconexão direta com a natureza. Muito mais do que móveis, a Artefacto representa um lifestyle orgânico, cool, cozy e chic. Sejam todos bem-vindos. Saúde!”.

 

Conheça os espaços:

     

Acima, Mauricio Christen e Claudio Schramm (@mauriciochristen.interiores)

Mauricio Christen e Claudio Schramm são designers de interiores com escritório em atividade há 26 anos, por meio do qual seguem uma linha contemporânea de projetos de arquitetura e interiores onde que a atemporalidade caracteriza a estética que buscam, sempre com a atenção de que a funcionalidade esteja presente e que o conjunto da obra represente, sobretudo, o cliente. “Cores claras e muito conforto e aconchego foi o que buscamos com este projeto criado para a Mostra Artefacto”, revelam. O ambiente de aproximadamente 43 m² é composto por espaços para estar e para jantar, com destaque para a coleção de móveis Moh, desenhados organicamente pela dupla Nelson Amorim + Roberto Cimino com exclusividade para a Beach & Country. Segundo Mauricio e Claudio, após o intenso período de isolamento social as pessoas passaram “a dar mais atenção ao tempo, à como será a casa e, sobretudo, à qualidade de vida que essa casa vai proporcionar”. Parceiros de longa data, consideram a “Artefacto um sinônimo de excelência em tudo o que faz”.

 

 

Acima, Lili e Georgea Golunski (@liligolunski)

“Cada dia nos apaixonamos mais pela nossa profissão”. Assim, Lili e Georgea Golunski, gaúchas de Erechim, definem o que é trabalhar como designers de interiores. Atuando nos segmentos residencial e comercial, o escritório tem obras em Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo e Paraná. “Já participamos da Mostra anteriormente, ano retrasado. Nosso primeiro ambiente também foi pela Artefacto Beach & Country. Iniciamos a nossa participação em grande estilo, assinando a vitrine na recém-inaugurada loja em Balneário Camboriú”, relembram. Para esse ano, elas criaram uma suíte master de 50 metros quadrados – um espaço de relaxamento e descanso, com destaque para a cama Zafra e as mesas de cabeceira Kelor. No ambiente de contemplação com a lareira, chaises long Nouvel II, poltronas Petrer e o closet com a queridinha vanity desk Lulli. Sobre a inspiração para o projeto, revelam: “O tema DNA Natural está diretamente ligado à nossa essência criativa. Idealizamos um ambiente chic e despretensioso. Aconchegante, em tons claros, remetendo à sensação de estar em casa. Tudo sem perder a elegância. O ambiente transmite a nossa essência, a nossa verdade. Naturalidade é ser você! É o aconchego após um dia de trabalho. Um ambiente acolhedor, sem rodeios”. Para elas, se houve algo que esse período de isolamento nos ensinou é que “o essencial permanece, o design é eterno. A nossa casa é o nosso refúgio, um ambiente que provou ser multifacetado. Que merece nossa atenção e total dedicação. Nossa casa tornou-se um porto seguro, após tantas mudanças e incertezas”, refletem. “Ter nosso nome associado à Artefacto é um privilégio. Sinônimo de sofisticação e competência, a empresa sem dúvidas entrega um sonho de consumo, não só para os clientes, mas para todos os profissionais. A marca se encaixa perfeitamente na exclusividade que os nossos clientes buscam, oferecendo um design único e inconfundível com excelência na qualidade e no pós-venda”, finalizam.

 

Acima, Moacir Schmitt Jr e Salvio Moraes Jr (@studio_casadesign)

A parceria entre Moacir e Salvio teve início ainda na época da universidade, quando os estudantes de Design fizeram juntos um projeto para a boate Ibiza, filial do grupo espanhol de grande sucesso em Santa Catarina. E lá se foram 17 anos numa trajetória com projetos assinados em SC, PR, RS, SP, RJ, MIA e NY. Com larga experiência na concepção de ambientes para mostras (afinal, eles já somam mais de 20 projetos nas edições brasileiras da Casacor), a dupla mais uma vez assina um espaço autoral na Mostra Artefacto, onde o ponto de partida da vez é a tonalidade cognac. Assim, elementos naturais como a madeira se fazem presentes em forma de volumes geométricos nos biombos circulares, trazendo movimento à composição e ao layout. “Numa pitada de referências pop-vintage, temos a madeira rajada no acabamento brilhoso, característico da década de 50. Para arrematar a atmosfera teatral e mais dramática, temos as obras de arte da Galeria Sérgio Gonçalves. Texturas, mimetismo, sedução, toque, fetichismo. Um ambiente que é plural, original”, contam. “É muito bacana poder falar da Artefacto. Só quem conhece sabe a diferença que é de se trabalhar em parceria com uma empresa assim. Além da qualidade do produto ser inquestionável, eles dão um suporte excepcional ao profissional especificador e, consequentemente, ao cliente. Sempre enxergamos com muita clareza a versatilidade da marca. Ela atende a diferentes estilos de projeto e aos mais variados perfis de clientes. As opções de medidas e acabamentos são impressionantes. A Artefacto se tornou uma marca descolada, antenada com o que há de melhor no mundo do design de mobiliário. Suas peças têm textura, cor, toque, nuances, acabamentos perfeitos, atemporalidade”, garantem.

 

Acima, Granatti Studio (@studiogranatti | @granattijr)

Aos 12 anos Junior, sem saber, fez a primeira pesquisa iconográfica para o projeto de uma casa de sua família. A semente dessa vocação brotou em 2007, quando Granatti começou a trabalhar com design de interiores e, finalmente, em 2012, abriu seu primeiro escritório. Balneário Camboriú, Itajaí, Florianópolis, Blumenau, Gaspar, Curitiba, São Paulo, Campos do Jordão, Angra dos Reis e Genebra (na Suíça) abrigam projetos residenciais, comerciais, corporativos e náuticos assinados pelo profissional. Em sua terceira participação na Mostra Artefacto Balneário Camboriú, o designer de interiores concebeu um loft de aproximadamente 100 metros quadrados divididos entre hall de entrada/home office, sala de estar com jantar e dormitório com banheira. O projeto é rico em detalhes, mas o destaque fica para os móveis: cama Toulon, bar Pietra, biombo Sinclair, escrivaninha Ginza, cadeira Chiara, sofá Discovery, mesa de centro Oro, poltrona Poline, mesa de jantar Jud, só para citar alguns. Para Junior: “O ponto focal é o painel de parâmetros criado no teto que abraça e envolve todo o espaço, além do destaque para as obras de arte e elementos que convidam ao bem-estar, como a banheira esculpida em rocha natural”. O designer de interiores acredita que a Artefacto é “consagrada como a maior e mais luxuosa marca de mobiliário brasileira, sinônimo de qualidade, sofisticação e design; e se mantém líder de mercado por todo suporte impecável em todas as esferas do atendimento e, especialmente, pelo zelo e primazia da durabilidade de seu produto”.

 

Acima, Deisi Priori (@deisiprioriarq)

“Passava horas sentada no chão da biblioteca da casa dos meus pais vendo essas revistas e imaginando muitos lugares pelo mundo, inspirações, casas. Me posicionava dentro delas, olhava as plantas baixas tentando entender e vivenciar as pessoas morando nelas”, relembra Deisi Priori sobre seu amor pela arquitetura. Atuando desde 2004, hoje tem projetos em Balneário Camboriú, Itapema, Itajaí, Tubarão, Curitiba e Miami. Para sua terceira participação na Mostra Artefacto, Deisi criou um ambiente com a essência do seu trabalho, que ela define como prático, funcional e atemporal. O projeto do loft tem 42,16 m² e é composto pelo espaço de dormir, poltrona ao lado da cama para relaxar, ambiente de refeições com bar de apoio e um estar aconchegante com sofá curvo. O destaque fica para o quarto com a cama Harrison vestida de almofadas despojadas em tons rosê e off-white em variados tamanhos, no tamanho king. “Busco sempre minhas inspirações na natureza. No decor, contamos com objetos de cerâmica, palhas naturais, um tapete em formato orgânico feito sob medida, inspirado nos grãos e sementes, a textura de mica na parede que emoldura a cama, os linhos”, revela a arquiteta. Sobre a Artefacto, Deisi diz que é “apaixonada pelos tons que são sofisticados e facilitam a composição. As texturas aliadas ao design atemporal possibilitam infinitas formas de vestir a casa toda. A qualidade dos tecidos, madeiras e pinturas proporciona aos nossos clientes total segurança, garantindo um resultado final formidável. O atendimento e o pós-venda são de primor ímpar”.

 

Acima, Ana Claudia Guerra e Phillippe Siarcos (@guerrasiarcosarq)

O amor pelas artes, a busca pelo belo e o apelo estético sempre fizeram parte da vida de Ana Claudia – assim o direcionamento profissional para o caminho da arquitetura aconteceu naturalmente. Ana está à frente do escritório Guerra Siarcos e, há 20 anos, conta com a parceria do designer de interiores Phillippe Siarcos, ambos apaixonados por viagens e pesquisas em diferentes culturas no âmbito da arte, da diversidade de tradições e do olhar apurado sobre o design. O escritório atua nos segmentos residenciais, comerciais e corporativos e tem projetos em Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Goiás. Para a quinta participação na Mostra Artefacto, eles criaram um living + jantar distribuídos num espaço de 42 metros quadrados. “Como um respiro para este novo tempo, a palavra de inspiração foi ‘expirar’. A integração do living e jantar nos convida a receber, a permanecer mais tempo no lar e a colecionar momentos mais duradouros. A proposta exala a leveza de tons claros e suaves, com uma paleta discreta, porém elegante. Camadas de texturas variadas como o linho, camurça, veludo, madeira, metal, vidro, pedras e tons sobrepostos conferem detalhes nobres e marcantes. O mobiliário de formas curvas e orgânicas propicia a interação, criando um clima intimista, como ler um livro ou tomar um vinho com amigos. É um ambiente que expira a fragrância do recomeço”, explicam os profissionais “O DNA da Artefacto sempre foi uma inspiração para quem ama o design na sua melhor forma. Uma empresa familiar consolidada e em constante crescimento e inovação, que sempre está presente em nossos projetos. Impecáveis desde o atendimento, a entrega e o pós-venda. Excelência em cada detalhe, desde a ergonomia, qualidade dos materiais e acabamentos”.

 

Acima, Silvia Pedrassani (@silviapedrassaniarquitetura)

A gaúcha de Garibaldi, que desde criança se interessava por artes, história e matemática, foi inspirada por uma professora de educação artística (que era arquiteta) a conhecer mais sobre este universo. E foi assim que Silvia Pedrassani se descobriu na profissão. Desde 2004 vem trabalhando com projetos arquitetônicos e de interiores em Cuiabá, Florianópolis, Itapema, Itajaí, São Bento do Sul e Balneário Camboriú. Ambientes contemporâneos, linhas mais retas e muitos elementos atemporais são a assinatura de seu trabalho – que por cinco vezes já foi exibido na Mostra Artefacto. Para essa sexta participação, Silvia criou um loft de praia, utilizado tons de azul em composição com elementos naturais como pedra e madeira. Com destaque para sofá Orfei em linho azulado, cabeceira Piet e mesas de cabeceira Halo, sua inspiração foi um loft praia, no qual todos os elementos que compõem o projeto são naturais, como a madeira, o mármore, o papel de parede de mica e a vegetação. “A casa está super valorizada, pois além de ser o espaço de descanso – um refúgio – agora se tornou também o lugar de trabalho”, resume. “A Artefacto mantém a qualidade à prova do tempo. Sou cliente da marca há anos e considero a melhor em design de móveis, sempre inovando e trazendo as tendências mais atuais para dentro de suas coleções”, atesta Silvia.

 

Acima, Tufi Mousse e Leonardo Silveira (@tufimoussearquitetura)

Sócios no escritório Tufi Mousse Arquitetura, em atividade desde 1999, Tufi e Leonardo têm projetos de arquitetura de edificação e arquitetura de interiores, tanto comercial como residencial, espalhados pelo Brasil, principalmente em Santa Catarina e São Paulo, além de projetos pontuados na região de Chicago, EUA. Para a quinta participação na Mostra Artefacto, criaram a Casa de Madeira, um espaço composto por uma grande sala de estar, com lareira e sala de almoço, distribuído em 48 metros quadrados de área. “Como profissionais de arquitetura, conseguimos sentir o espaço físico como extensão de nosso corpo. Tendo esta premissa como pensamento, buscamos levar e desenvolver em nossos clientes a paixão pela sua própria forma de ver a vida para refleti-la em seu espaço de vivência, sua casa, seu trabalho. A Casa de Madeira foi inspirada na forma do morar natural. Buscamos a madeira como elemento principal, pois ela exemplifica a simplicidade sofisticada da natureza, onde a funcionalidade está evidente. Morar naturalmente e morar bem. Criamos alguns destaques em nosso projeto como um pergolado e grandes painéis em madeira natural treliçada e a movelaria com tecidos em fibras orgânicas, mas entendemos que o grande destaque fica para a soma e composição destes elementos que geram um espaço original e natural”, explicam. “A Artefacto é o próprio DNA natural. Ousada e muito contemporânea, a marca busca sempre preservar a materialidade natural de seus móveis e, da melhor forma, fortalecer um ciclo de produção natural e orgânico, prosperando dentro de um quadro de crescimento, onde a durabilidade está de mãos dadas com a sustentabilidade”, atestam.

 

Acima, Handry Roth  (@handryroth)

A conexão com o mundo da moda, das artes plásticas e com tudo o que é o belo guiou

a escolha da profissão há 11 anos, quando a designer de interiores Handry Roth abriu seu próprio escritório que atua em todas as regiões do Brasil, com obras atualmente em São Paulo, Paraná, serra catarinense e todo litoral sul. Handry revela que participar da Mostra Artefacto era um sonho antigo e para a sua estreia ela criou um living de 40 m². “Foram utilizados materiais nobres, preferencialmente naturais, como a camurça e a madeira. A base do projeto são tons neutros e sóbrios para enfatizar o contraponto principal, que é o pumpkin, cor escolhida para expressar a emoção, o sentimento que queremos provocar no público que vem à mostra. Nossos projetos são imbuídos de vibração positiva e entusiasmo pois a vida é uma festa”, explica. As peças escolhidas, como a cadeira Carrie e o sofá Illi, possuem curvatura da anatomia, o que proporciona uma maior relação de afeto. “Após o confinamento, conseguimos perceber o que é essencial para o bem-estar dentro do nosso lar, ampliando assim as áreas de integração para o convívio”, ensina. Outra fonte de inspiração foram as pedras naturais que são uma obra de arte exclusiva produzida pela natureza. Além disso, para a composição, foram utilizadas as cadeiras Carrie, que refletem uma linguagem divertida que mistura cores e texturas. “Matéria-prima de alta qualidade somada ao melhor do design. A mistura do artesanal com a tecnologia avançada, sinônimo de tradição, é um conceito que atravessa o tempo. Seu design abraça. A Artefacto sempre prezou pela qualidade e atendimento especial aos profissionais e clientes”, atesta.

 

Acima, Natália Paludo de Melo (@nataliapaludoarquitetura)

Inspirada pela mãe que trabalhava no segmento, Natália escolheu a arquitetura e em 2016 abriu seu próprio escritório que atualmente desenvolve projetos em Santa Catarina, Paraná, Rio Grande do Sul e São Paulo. Elementos contemporâneos e modernos, compostos de detalhes que transmitem aconchego que buscam atingir a essência do cliente, são sua marca registrada, e é isso o que ela traz para a sua primeira participação na Mostra Artefacto. O projeto de 15 metros quadrados é um lavabo composto pela entrada principal designada ao espaço de acolhimento e aconchego, seguido pelos dois banheiros de uso diário da própria loja. Balanço Ipê, cômoda Kelor, moldura Emiliano e mesa de apoio Branti são alguns dos destaques de mobiliário utilizados para transmitir a energia sensorial em um ambiente contemporâneo. Sobre a inspiração para a criação do espaço, Natália revela: “Raízes – de onde viemos, o que somos e a que mundo queremos pertencer. O ambiente é sensorial, contemporâneo, traz aconchego e leveza para nos conectarmos com o que somos na essência, introduzindo elementos leves e fluídos em sua forma bruta, extraídos da própria natureza sem modificações ou alterações. É assim que desejo passar a mensagem: o natural é ser você. É se escolher em primeiro lugar. É dar voz aos seus sentimentos”. Para a arquiteta, “A Artefacto é uma experiência. Experiência que desperta inúmeros sentimentos desde a escolha dos detalhes até a entrega, ambientação, uso. Os móveis são verdadeiras obras de arte funcionais, que tornam qualquer ambiente especial e único”.

 

Acima, Patricia Furukawa (@patriciafurukawa.arquitetura)

Arquiteta e urbanista pós-graduada em design de interiores, a profissional enfatiza que os elementos naturais (pedras, madeiras, vegetações), a preocupação com os detalhes, a funcionalidade e a criação de soluções específicas para as necessidades de cada cliente são os pilares que sustentam seu trabalho. Para a Mostra Artefacto Balneário Camboriú, ela criou um ambiente de 40,82 metros quadrados, composto por um amplo quarto, que contempla, juntamente à cama, um home office e um estar íntimo, inspirado no conceito japonês denominado “shibui” – que evoca uma estética simples, leve e descomplicada. Para transmitir a essência do ideal budista sobre beleza em cada detalhe e a real importância da conexão com o universo, Patricia optou pelo caráter despretensioso das tonalidades ao fundo e a escolha dos materiais que refletissem seus valores intrínsecos no tempo e em sua história. “A decisão assertiva do mobiliário descreve um recanto íntimo, onde um ser humano se encontra e se conecta com seus próprios valores. A acolhedora cama Mira foi estrategicamente colocada entre a poltrona de leitura e a escrivaninha do home office íntimo. Além disso, a mesa de chá, símbolo do surgimento do conceito oriental do ambiente, está localizada em frente ao convidativo sofá Coquille. A moldura na lateral deste ambiente faz com que este ponto seja um local de reflexão/reflexo [literalmente] da sua própria imagem, dentro do seu [íntimo] espaço”, explica. “Nestes 45 anos de experiência, acredito que a Artefacto mostra a sua excelência no mercado moveleiro do Brasil. A empresa se preocupa com e prioriza a exclusividade através da personalização de cada detalhe específico para atender o programa de necessidades de cada cliente. Além disso, realiza com exímia curadoria a criação de seus produtos de forma atemporal. E, de forma humanizada, consegue atender anseios com respaldo para um vínculo de confiança por meio de uma experiência única, desde o primeiro atendimento até a entrega e total assistência no pós-venda”, garante.

#Artefacto45anos / #ArtefactoNatural / #ArtefactoDNA

 

Serviço

Artefacto – Casahall Design District

Av. do Estado Dalmo Vieira, 4770 / Telefone: (47) 3062-7000