A Kaza divulgou em reportagem: “A Urca é uma ponta jogada ao mar na divisa com Botafogo, Leme e Copacabana. Esse cobiçado refúgio carioca, por não servir de passagem para nenhum outro bairro, ainda preserva a calmaria do Rio de Janeiro onde brincávamos de bola de gude e amarelinha na rua, enquanto os velhos jogavam carteado debaixo das amendoeiras curtindo a brisa da baía e a vista para os barcos do Iate Clube, emoldurados por Botafogo. Mas a Urca também é dotada de monumentalidade. É ela que testemunha o encontro do Oceano Atlântico com a Baía da Guanabara e abriga um dos marcos da Cidade Maravilhosa, o Pão de Açúcar, morro de pedra batizado com tamanha doçura que ninguém no mundo esquece. Neste bairro cheio de charme está fincado esse projeto de reforma do incensado arquiteto paulista Arthur Casas”. Leia mais na Kaza de dezembro.

Fonte: Kaza/Reportagem: Cynthia Garcia