O caderno Rio publicou artigo do arquiteto Pedro da Luz: “O que gera arquitetura feia? Ou melhor, o que faz a arquitetura inadequada diante de determinados contextos? Certamente um dos itens mais recorrentes nesta avaliação é a ausência de uma generosidade urbana, isto é, edifícios que não compreendem as complexidades da cidade e se posicionam de forma autista e alheia ao entorno urbano. Edifícios que não compreendem que a fruição do espaço pelo ser humano não sofre descontinuidade entre interior e exterior, mas que representa uma só continuidade”. Leia mais no jornal O Globo.

Fonte: O Globo/Rio/26/10/13