A Revista publicou em matéria: “Ao desembarcar do elevador no segundo andar de um prédio na Tijuca, é fácil identificar em qual apartamento mora a ilustradora Dani Purper. As portas de entrada de serviço e social são desenhadas, em preto e branco, frente e verso. A casa segue o mesmo tom. O lavabo tem uma parede com a imagem de uma gaiola com passarinhos. Na cozinha, estão uma vaca, um porco e uma galinha. O corredor comprido também é “rabiscado” de ponta a ponta. Quarto, sala e escritório, idem”. Leia mais no jornal O Globo.

Fonte: O Globo/Revista O Globo/Reportagem: Carolina Ribeiro/03/01/16