A ArtRio 2015 teve a participação de 80 galerias de 11 países, além do Brasil

Terminou esse domingo a quinta edição da ArtRio, com público de 49 mil pessoas e 80 galerias. A feira se adequou a realidade atual do país e focou na qualidade das galerias nacionais e internacionais, trazendo para os quatro armazéns do Píer Mauá o  melhor no cenário da arte moderna e contemporânea.

A entrada do evento foi pela Praça Mauá, inaugurada no início do mês. Após as transformações na região portuária, a feira aconteceu numa área já revitalizada e considerada um novo pólo cultural, com a presença do Museu de Arte do Rio – MAR e do Museu do Amanhã, que ainda será inaugurado.

A ArtRio desenvolve um trabalho durante o ano inteiro com foco em estimular a cadeia produtiva do segmento de arte no país, como aumentar a visitação de museus, exposições e galerias; estimular a criação de novas coleções; e auxiliar no resgate da memória da arte com base na valorização dos artistas, galeristas e curadores brasileiros. A feira também promove a doação de obras para museus e coleções públicas no Brasil, enriquecendo assim os acervos e possibilitando o acesso e conhecimento. O MAR, por exemplo, recebeu mais de 40 doações adquiridas na feira.

Em 2016, a ArtRio será realizada entre os dias 21 e 25 de setembro, novamente no Píer Mauá. As inscrições para a próxima edição têm início em novembro.