O caderno Zona Sul informou em reportagem: “Não tem quem não goste do vei- e-vem de um balanço. Pois essa sensação elevou-o de um mero brinquedo a objeto de desejo. Com os mais variados modelos, materiais e texturas, eles enriquecem qualquer ambiente, encantando não só as crianças. Por isso, tornaram- se queridinhos de quem curte um décor moderninho, substituindo cadeiras em sala de estar e invadindo até mesmo quartos de bebê, no formato de poltronas de amamentação flutuantes. A dica é instalar um destes modelos em uma grande área livre, para que ele não bata em outras coisas”. Leia mais no jornal O Globo.

Fonte: O Globo/Zona Sul/Reportagem: Monique Vasconcelos/26/03/15