Seu espaço prevalece o estilo contemporâneo, mas a identidade da arquitetura original da Villa foi mantida. O living pensado para um casal de marchands possui um piso com cimento no tom fendi e um revestimento de telhas metálicas nas paredes, criando um contraste com os elementos clássicos da casa. O arquiteto pendurou inúmeras obras de arte no ambiente e os livros deixou expostos em uma estante bem diferente, uma escada de metal já existente na casa. O mix do mobiliário reúne peças de origens portuguesa e francesa de antiquário e outras bem contemporâneas, além de uma mesa de centro feita em mármore calacata gold desenhada por Maurício. Que também assina a iluminação e o paisagismo ficou por conta de Fernando Acylino.