A coluna Gente Boa informou em notas: “A Maison du Brésil, fundação que recebe doutorandos e pesquisadores brasileiros em Paris, pode ser desapropriada pelo governo da França por falta de pagamento. A Maison teria deixado de receber o subsídio anual do Ministério da Educação (cerca de 185 mil euros) desde 2009 e, por conta disso, está sobrevivendo apenas do aluguel dos apartamentos dos residentes. Projetado por Lucio Costa e Le Corbusier e tombado pelo patrimônio histórico francês, o edifício de seis andares — onde estudaram Joaquim Pedro de Andrade, Jaime Lerner, Sebastião Salgado, Arthur Moreira Lima e Zózimo Barroso do Amaral — está em situação precária. “Há infiltrações no telhado e a calefação funciona mal, os estudantes estão passando frio”, conta o presidente da Academia Brasileira de Filosofia João Ricardo Moderno, que esteve lá recentemente”. Leia mais no jornal O Globo.

Fonte: O Globo/Segundo Caderno/Gente Boa/10/02/15