O site da Casa Vogue divulgou em reportagem: “Para quem vive em uma cidade com um ritmo alucinante como São Paulo, basta uma caminhada pelos calçadões do Rio de Janeiro, sob o sol vigoroso e a brisa tropical, para se sentir em outro mundo, para mudar “a frequência”. Se, para esse turista, a escolha do hotel for pautada por intensificar ainda mais essa sensação de relaxamento, e num lugar fora do comum, a experiência de um fim de semana ou uma temporada na Cidade Maravilha pode ganhar contornos singulares. Os grandes hotéis de redes consagradas continuam atraindo hordas de turistas ávidos por boa localização, serviços impecáveis e alvíssimos lençóis e toalhas substituídos a cada final da manhã. Mas, como fica quem está disposto a “algo a mais”? A Casa Mosquito é um hotel-boutique que existe há três anos e tinha apenas quatro quartos (seu nome vem de uma escultura de mosquito plantada no jardim). Inaugura, agora, cinco novas suítes em uma recente ala anexa à casa dos anos 1940, que, recuperada, deu origem a tudo. No total, foram investidos R$ 3,5 mi na concepção dos novos aposentos, que vêm coroar o sonho de uma dupla de franceses desgarrados que, cinco anos atrás, ancoraram no Rio”. Leia mais no site.

Fonte: Casa Vogue/Reportagem: Artur de Andrade/07/11/14

http://casavogue.globo.com/LazerCultura/Hoteis/noticia/2014/11/casa-mosquito-inaugura-cinco-novas-suites.html